Contratar e reter talentos são os principais desafios do franchising

A gestão de pessoas ainda é uma das grandes dificuldades para o setor, segundo a Pesquisa de Foodservice 2023, da ABF/Galunion

Redação DC
08/Ago/2023
  • btn-whatsapp
Contratar e reter talentos são os principais desafios do franchising

Nem só questões econômicas ou a gestão financeira são pontos de atenção para o franchising. A contratação, e principalmente a retenção de talentos, aparecem como desafios apontados por 31 marcas do setor, segundo a Pesquisa de Foodservice 2023, realizada anualmente pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) em parceria com a consultoria especializada em alimentação Galunion. 

Dos 203 respondentes no total, 71% declararam que não têm dívidas. Outros 62% fecharam 2022 com lucro e 64% encerraram o primeiro semestre de 2023 da mesma forma. 

Mesmo assim, a gestão de pessoas tem sido uma das principais dificuldades: enquanto 68% dos franqueados têm dificuldade para contratar colaboradores, 24% têm o mesmo nível de dificuldade que antes da pandemia, e apenas 8% não têm problemas com isso. 

Quanto à competência dos integrantes do time, só um terço (34%) considera que mais de 50% da equipe é muito competente.

Na visão geral, a retenção de talentos ainda é mesmo um dos principais desafios. Ao serem questionados sobre quais as principais dificuldades em ter pessoas muito competentes no time, 51% afirmaram que a questão é relacionada a precisar de pessoas e não encontrar o candidato certo.

Entre outros motivos, lidar com um turnover muito alto é complicado para 33% dos franqueados respondentes. Já a dificuldade na hora de escolher a pessoa certa foi apontada por 18%. Para outros 11%, é o fato de os candidatos mais competentes não considerarem a marca um lugar atraente para se trabalhar, e para 8%, é difícil definir o perfil procurado para trabalhar na marca.   

A pesquisa de Food Service ABF/Galunion também quis entender melhor quais seriam os maiores desafios para os franqueados em 2023.

Além de recrutamento, treinamento e retenção da equipe estarem em primeiro lugar para 31%, situação econômica e política brasileira foi a escolha de 30%, e rentabilidade do modelo de negócio para 23%.

Porém, quando somados o primeiro, segundo e terceiro lugares, outros índices se destacam: 72% estão mais preocupados com a pressão de custos devido à inflação, 71% com a manutenção de CMV (Custo de Mercadoria Vendida), e 70% com o recrutamento, treinamento e retenção da equipe.

MAIS AÇÕES DE MARKETING

Além da questão relacionada à gestão de pessoas, a pesquisa também evidenciou que 67% dos franqueados querem ações de marketing que tragam maior fluxo de clientes para as operações, explica Simone Galante, fundadora e CEO da Galunion.

Em sua avaliação, esse dado está intimamente relacionado com outra questão do levantamento, que é a que aborda quais pedidos os franqueados fariam ao franqueador da sua marca.

Em primeiro lugar, com 65%, há a negociação de preços melhores com os fornecedores de alimentos e bebidas, seguido por 53% que gostariam de ter alguma ajuda para fazer marketing local ou digital para atrair clientes, afirma.

Entre as outras solicitações, aparecem temas como foco em inovação e criação de novos produtos para 29%, foco em resultados por meio de educação e treinamento também para 29%, e implantar novas ferramentas ou tecnologias para a gestão do negócio ser mais fácil para 28%.

"Com base em tudo o que vimos na NRA Show – maior evento do mercado de alimentação do mundo –, os líderes dos restaurantes do futuro têm cultura empregadora mais positiva, mentalidade de inovação, movendo-se para o início da cadeia, estão em constante aprendizado e trazem isso para o restaurante. Seria importante termos essa mentalidade nos negócios brasileiros”, destaca Simone.

Para João Baptista Junior, coordenador da Comissão de Food Service da ABF, essa pesquisa demonstra uma maior maturidade dos franqueados, que comandam os seus negócios, acompanham os indicadores e têm estratégias para fazê-los crescer sustentavelmente. 

"Além disso, ela demonstra também como esses empreendedores, por integrarem o sistema de franquias, têm mais condições de se adaptarem e se beneficiarem das evoluções do mercado”.

 

IMAGEM: Pixabay

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas