Confiança de serviços cai em junho

Recuo foi de 2,1 pontos na passagem de maio para junho, de acordo com a FGV. A trajetória de queda foi influenciada pela deterioração da percepção sobre a situação corrente e, sobretudo em relação ao ambiente de negócios

Estadão Conteúdo
29/Jun/2018
  • btn-whatsapp
Confiança de serviços cai em junho

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) recuou 2,1 pontos na passagem de maio para junho, e chegou a 86,7 pontos, na série com ajuste sazonal, de acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Com o resultado, o indicador desceu ao patamar mais baixo desde setembro de 2017, após quatro meses de quedas consecutivas. Em médias móveis trimestrais, o índice teve diminuição de 1,6 ponto.

"A confiança do setor de serviços manteve, em junho, a trajetória de queda iniciada em março, influenciada pela continuidade do movimento de calibragem das expectativas, sobretudo em relação ao ambiente de negócios, e pela deterioração da percepção sobre a situação corrente", diz Silvio Sales, consultor do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

"A greve dos caminhoneiros, em maio, desorganizou de modo significativo vários segmentos da economia, e contribuiu ampliando assim os efeitos negativos sobre a confiança relacionados à incerteza política. O cenário é de uma recuperação bastante discreta no nível de atividade para os próximos meses", diz.

Houve piora em dez das 13 principais atividades pesquisadas. O Índice de Expectativas (IE-S) caiu 2,7 pontos, para 88,7 pontos. Já o Índice da Situação Atual (ISA-S) recuou 1,5 ponto, para 85,1 pontos.

No IE-S, o item que mais contribuiu negativamente em junho foi o que mede a Tendência dos negócios nos próximos seis meses, com redução de 4,2 pontos, para 87,1 pontos, acumulando perda de 14,0 pontos nos últimos quatro meses. No ISA-S, a maior pressão negativa partiu do componente Situação atual dos negócios, com queda de 2,0 pontos, para 85,4 pontos.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) do setor de Serviços recuou 1,0 ponto porcentual em junho ante maio, para 81,1%, o menor nível da série histórica. A coleta de dados para a edição de junho da Sondagem de Serviços foi realizada entre os dias 4 e 26 do mês.

FOTO: Thinkstock

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas