Comércio deve contratar 94,2 mil temporários para vendas de Natal

A informação é da CNC. Se a expectativa se concretizar, será o maior volume de contratações em oito anos

Estadão Conteúdo
24/Set/2021
  • btn-whatsapp
Comércio deve contratar 94,2 mil temporários para vendas de Natal
A Confederação Nacional do Comércio (CNC) prevê que o Natal deste ano será o melhor dos últimos oito anos na criação de vagas temporárias, um alívio para milhões de pessoas que integram os elevados índices de desemprego do País. A estimativa é que haja a contratação de 94,2 mil trabalhadores para atender ao aumento sazonal das vendas neste fim de ano.
 
A entidade prevê ainda aumento de 3,8% nas vendas natalinas, em comparação com o ano passado. O motivo para o incremento, segundo a CNC, é o avanço da vacinação no País e consequente aumento da circulação de consumidores.
 
No ano passado, ainda sem vacinas no Brasil, o Natal abriu apenas 68,3 mil vagas temporárias, a menor oferta em cinco anos.
 
Regionalmente, São Paulo (25,55 mil), Minas Gerais (10,67 mil), Rio de Janeiro (7,63 mil) e Paraná (7,19 mil) devem concentrar 54% das ofertas de vagas.
 
Os maiores volumes de vagas ofertadas devem acontecer nos ramos de vestuário e de hiper e supermercados. Segundo Fabio Bentes, economista da CNC responsável pelo estudo, as lojas de vestuário, acessórios e calçados são, historicamente, as origens da maior parte dos empregos especializados neste período do ano. 
 
EFETIVAÇÃO DE TEMPORÁRIOS

Além de projetar para este Natal o maior número de vagas temporárias dos últimos oito anos, a CNC estima que a taxa de efetivação desses trabalhadores também será superior aos últimos cinco anos, com expectativa de absorção de 12,2% desse contingente.

No ano passado, essa efetivação atingiu apenas 0,2% dos empregos temporários. A maior taxa registrada nos últimos dez anos ocorreu em 2015, quando foram efetivados 24,5% do quadro temporário do Natal.

"As incertezas quanto à rapidez no combate aos fatores que têm dificultado uma evolução ainda mais favorável das condições de consumo e os desdobramentos decorrentes da crise hídrica tendem a impedir uma taxa de efetivação próxima àquelas observadas antes de 2016", explica Bentes.

SALÁRIOS

Segundo cálculos da CNC, o salário médio de admissão para as vagas temporárias no Natal deverá ser de R$ 1.608, valor 5,1% maior em relação a igual período do ano passado.

Assim como em 2020, os maiores salários deverão ser pagos pelas lojas especializadas na venda de produtos de informática e comunicação (R$ 1.866) e pelo ramo de artigos farmacêuticos, perfumarias e cosméticos (R$ 1.647) - contudo, esses segmentos deverão responder por apenas 0,8% das vagas totais.

Em relação às profissões, a confederação estima que oito em cada dez vagas criadas devem ser preenchidas por vendedores (60,7 mil) e operadores de caixa (15,2 mil). Farmacêutico (R$ 3.373) e gerente administrativo (R$ 3.054) devem receber os maiores salários médios, informa a CNC.

 

IMAGEM: Thinkstock

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas