Carga tributária atinge 32,43% do PIB em 2017

Trata-se do maior índice desde 2013, de acordo com a Receita Federal. A maior parte do aumento deriva de impostos sobre bens e serviços

Estadão Conteúdo
03/Dez/2018
  • btn-whatsapp
Carga tributária atinge 32,43% do PIB em 2017

A carga tributária brasileira atingiu 32,43% do PIB em 2017, de acordo com dados divulgados pela Receita Federal.

O porcentual subiu pelo terceiro ano consecutivo e é o maior desde 2013, quando foi de 32,55%. Em 2016, os tributos corresponderam a 32,29%.

O aumento para 2017 se deu como acréscimo de 1,4% na arrecadação tributária de União, estados e municípios, enquanto o PIB cresceu, em termos reais, 0,99% no período.

A maior parte do aumento deriva de impostos sobre bens e serviços, que subiu 0,35% do PIB de 2016 para 2017. Já a tributação sobre renda teve um decréscimo de 0,23% do PIB.

Ficaram estáveis a tributação sobre a propriedade (0,03%) e folha de salários (0,0%). Em 2017, a participação da União no total arrecadado foi de 68,02%, 0,35% abaixo do ano anterior. A de Estados ficou em 25,72% (+0,26%) e de municípios, 6,26% (+0,08%).

FOTO: Thinkstock

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas