Campinas terá R$ 130 mi em crédito para pequenos negócios

O prefeito Dário Saadi (centro) assinou decreto que regulamentou o programa Recomeça na presença do ex-ministro Guilherme Afif e da secretária municipal de Desenvolvimento Econômico Adriana Flosi

Redação DC
17/Dez/2021
  • btn-whatsapp
Campinas terá R$ 130 mi em crédito para pequenos negócios

A prefeitura de Campinas, no interior paulista, publicou decreto que regulamenta o Recomeça e o Fundo de Aval. O programa vai oferecer empréstimos de R$ 5 mil a R$ 50 mil para micro e pequenas empresas e para o microempreendedor individual (MEI). O crédito poderá ser parcelado em até 36 meses, com carência de seis meses para início do pagamento da dívida.

O Recomeça faz parte do Paes (Programa de Ativação Econômica e Social), que prevê investimentos de R$ 4 bilhões e a geração de mais de 20 mil empregos. Os empréstimos devem ter início entre o final de janeiro e começo de fevereiro.

A expectativa é que o Recomeça disponibilize até R$ 130 milhões em linhas de créditos para pequenos empreendedores. A fonte garantidora será o Fundo de Aval da prefeitura de Campinas, que terá um aporte de R$ 10 milhões.

Para segunda-feira (20), está prevista a publicação dos editais de credenciamento das instituições financeiras e do chamamento público para a escolha da entidade que fará o gerenciamento das garantias e será a Sociedade Garantidora de Crédito.

Adriana Flosi, secretária de Desenvolvimento Econômico de Campinas, falou sobre a importância do Recomeça para os pequenos negócios. “Nós estamos muito empolgados com este programa, que foi pensado justamente para os setores que mais sofreram durante a pandemia”, disse.

Ainda segundo a secretária, Campinas conta com 160 mil CNPJs. Deste total, 86 mil são MEIs e, dos outros 74 mil, a grande maioria é de micro e pequenas empresas. “É muito grande o contingente de empresas com possibilidade de utilizar este crédito”, completou.

AFIF

O evento contou com uma palestra do assessor especial do Ministério da Economia e ex-ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos.

Na forma de bate-papo, Afif contou um pouco da sua história e a trajetória das micro e pequenas empresas e também dos microempreendedores individuais no País. Ele fez uma retrospectiva dos desafios e das conquistas ao longo dos últimos 30 anos.

“A iniciativa [da prefeitura de Campinas] está na linha de largada dos novos processos que vêm por aí. Nós temos que estender as mãos para essas empresas se recuperarem com o crédito assistido, orientado e avalizado pela prefeitura”, disse. “O passo que Campinas está dando é pioneiro e de liderança e vamos multiplicar pelo País”.

 

IMAGEM: Fernanda Sunega/prefeitura de Campinas

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Fev
Mar
Abr
IGP-M
1,1612
1,1477
1,1466
IGP-DI
1,1535
1,1557
1,1353
IPCA
1,1054
1,1130
1,1213
IPC-Fipe
1,1033
1,1096
1,1226