C&A lança ministores em terminais de ônibus e Metrô

Companhia expande operação na capital paulista em formato inédito para comercializar produtos licenciados. Primeira unidade foi inaugurada no último dia 17/11, no Terminal de Ônibus Tatuapé (acima)

Karina Lignelli
20/Nov/2020
  • btn-whatsapp
C&A lança ministores em terminais de ônibus e Metrô

A C&A Brasil acaba de lançar um novo formato de venda inédito que leva a marca para terminais de ônibus integrados a importantes estações de Metrô da capital paulista: as ministores, espaços exclusivos para comercialização de produtos licenciados em pontos de grande circulação da cidade. 

A primeira foi inaugurada na última terça-feira (17/11), no Terminal de Ônibus Tatuapé anexo à estação do mesmo nome na linha vermelha do Metrô, por onde circulam diariamente cerca de 180 mil pessoas. O formato, que chega em tempos de pandemia e renda menor, já estava no radar da C&A Brasil. 

LEIA MAIS:  3 inspirações de atendimento da Arezzo&Co

Mesmo operando de forma independente da C&A global (principalmente após sua abertura de capital, em outubro de 2019), a Assessoria de Comunicação da varejista informou que a operação brasileira segue "alinhada com a estratégia global da marca, acompanhando todas tendências de mercado."

Ainda de acordo com a assessoria, o formato foi criado pela C&A Brasil para "proporcionar ao consumidor uma experiência de compra ainda mais conectada e próxima à sua rotina."  

As ministores serão destinadas inicialmente para a venda exclusiva de camisetas e acessórios licenciados, incluindo clássicos da Disney, como Mickey e Harry Potter, Marvel, Heróis DC e Simpsons.

Peças inspiradas em séries como Friends, Stranger Things, La Casa de Papel e Elite também fazem parte do portfólio dessas lojas, que atenderão os segmentos feminino, masculino e infantil. Entre os acessórios disponíveis, destacam-se canecas, descansos para pescoço, cadernos e meias, entre outros itens.

Até o final do ano, a C&A chegará a mais dois terminais integrados à rede metroviária: Santana, Carrão e um espaço dentro da galeria da estação São Bento do Metrô, no Centro Velho da capital paulista.

Com os primeiros pontos, a C&A estima alcançar um público potencial de cerca de 500 mil pessoas por dia. A expectativa é expandir o formato em novos endereços com grande circulação, e até outras praças no país.  

DETALHE DA NOVA MINISTORE: A PRINCÍPIO, SÓ PRODUTOS LICENCIADOS

Outra novidade da C&A para que o consumidor encontre as peças básicas da marca onde e quando quiser, são as vending machines instaladas em pontos inéditos de São Paulo. 

Inicialmente, o projeto está na estação Santa Cruz do Metrô, e no supermercado Extra Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). 

UMA LOJA QUE VAI ATÉ O CLIENTE

O formato inédito das ministores da C&A é comum nos Estados Unidos, Ásia e Europa, onde grandes marcas operam espaços semelhantes a boxes em locais com grande concentração de público, como terminais urbanos e aeroportos, diz Eduardo Terra, presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC)

Aqui, o grande desafio é levar um mix reduzido de produtos para pontos onde há essa concentração de público, mas em um cenário de alto desemprego e renda menor, explica. 

"Já tivemos mais desemprego e mais deterioração de renda, e esse formato não existia. Agora, tem a ver com desafio de expansão que essas redes têm, de sair de grandes formatos e buscar alternativas inteligentes."

Operar lado a lado com lojas menores e de marcas pouco conhecidas, como é comum nesses locais, além de ser bom para o consumidor por ampliar o mix, é 'uma provocação positiva' para esses lojistas, destaca Terra. 

"Você qualifica a oferta. Quem está do lado (da C&A) vai melhorar o atendimento, a comunicação visual e até o mix de produtos", afirma. "E para a C&A, o diferencial é que sua marca se conecta no ponto certo da jornada do consumidor, fazendo com que a loja vá até o cliente, e não que o cliente tenha de ir até a loja."

Ainda em linha com os planos de expansão e transformação digital da C&A, na última quinta-feira (19/11), a companhia inaugura a sua 295ª loja física no país no Shopping Anália Franco, Zona Leste da capital paulista.

Um dos serviços digitais encontrados são os dois totens com self-checkouts, além do espaço dedicado ao Projeto Mindse7, lab de inovação da marca que lança semanalmente novas coleções, ou cápsulas. 

A expectativa da companhia é expandir este novo formato de loja física em 2021, em linha com a sua estratégia de omnicanalidade 'C&A Muito On. Muito Eu', que aposta no digital e na integração do on com o offline. 

FOTOS: Divulgação

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas