Azul tem lucro de R$ 823,7 milhões em 2019, crescimento de 132,4%

No ano passado a empresa apresentou crescimento de 34% no Ebitda ajustado, que totalizou R$ 3,6 bilhões

Estadão Conteúdo
12/Mar/2020
  • btn-whatsapp

A companhia Azul reportou lucro líquido de R$ 872,8 milhões no quatro trimestre de 2019, um crescimento de 132,4% na comparação com igual período do ano anterior, amparado pelas maiores receitas com transporte de passageiros e carga. No ano passado, o lucro líquido foi de R$ 823,7 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 409,5 milhões de 2018.

Os números foram divulgados nesta quinta-feira, 12/03, em balanço publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Considerando os ajustes da variação cambial, o lucro líquido foi de R$ 436,7 milhões no trimestre, alta de 352,2% contra os R$ 96,6 milhões nos últimos três meses de 2018.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado aumentou 61,8% na comparação anual para R$ 1,229 bilhão no trimestre, com margem Ebitda de 37,8% (contra 31% em igual período de 2018).

Em 2019, a empresa apresentou crescimento de 34% no Ebitda ajustado, que totalizou R$ 3,6 bilhões. De acordo com a companhia, a receita líquida no trimestre fechou em R$ 3,25 bilhões, crescimento de 32,5% comparado com o mesmo período do ano anterior, sustentado pelo aumento de 32,4% na receita de transporte de passageiros e ao crescimento de 34,3% em cargas e outras receitas. No ano, a receita subiu 26,3%, para R$ 11,44 bilhões.

FINANCEIRO

A Azul apresentou receita financeira líquida de R$ 61,1 milhões no quarto trimestre de 2019, contra uma despesa financeira de R$ 51,9 milhões em igual período do ano anterior. No ano, a empresa reduziu em 34,7% as despesas financeiras líquidas, para R$ 1,323 bilhão.

As despesas financeiras aumentaram 39,2% no trimestre, para R$ 409,8 milhões, "devido ao aumento nas despesas de juros relacionadas com o arrendamento de aeronaves como resultado da adição líquida de 23 aeronaves em nosso balanço durante os últimos doze meses, e a depreciação de 8,1% do real no 4T19 comparado com o mesmo período em 2018".

Os resultados da empresa no trimestre foram ajustados por eventos não-recorrentes de R$ 3,2 bilhões em 2019 e R$ 226,3 milhões em 2018.

 

IMAGEM: Divulgação/Azul Linhas Aéreas

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas