As lições da boneca Barbie para o seu negócio

A marca demonstra como uma abordagem personalizada e a constante adaptação ao público consumidor podem resultar em sucesso e longevidade

Marina Nascif
18/Ago/2023
  • btn-whatsapp
As lições da boneca Barbie para o seu negócio

O filme Barbie se tornou o longa produzido por mulheres mais assistido na América do Norte, segundo a revista The Hollywood Reporter. Em quatro semanas, superou a animação da Disney Frozen II, dirigida por Jennifer Lee e Chris Buck.

Somente na primeira semana de agosto, o filme de Greta Gerwig faturou US$ 53 milhões na América do Norte. Somado todo o valor arrecadado no mundo desde a sua estreia, em 20 de julho, a bilheteria do longa já ultrapassa US$ 1 bilhão, se tornando o primeiro filme em live-action dirigido por uma mulher a atingir essa cifra.

A boneca Barbie, além do sucesso nos cinemas, também oferece lições valiosas para o mundo empresarial. Sua longevidade no mercado e seu sucesso podem ser atribuídos a várias escolhas inspiradoras. A capacidade de se adaptar e evoluir ao longo dos anos, mantendo-se relevante para diferentes gerações, destaca a importância da constante inovação. 

A boneca demonstra a eficácia do marketing direcionado, ao criar uma conexão emocional com seu público-alvo. Barbie não é uma boneca qualquer, ela personifica sonhos e se identifica com o público, demonstrando como uma marca pode se tornar parte da história de vida das pessoas. 

A diversificação de produtos e parcerias estratégicas, como colaborações com designers renomados, também são lições valiosas que a Barbie traz para o mundo dos negócios. 

Além disso, a Barbie mostra como a diversidade e a inclusão podem desempenhar um papel crucial no sucesso e longevidade de uma marca. Ao longo dos anos, a marca teve que se esforçar para se tornar mais inclusiva, refletindo uma variedade de etnias, tipos de corpo e estilos de vida. Isso ressalta a importância de as empresas acompanharem as mudanças na sociedade e responderem às demandas por representatividade.

MARKETING DIRECIONADO

A boneca Barbie surgiu em 1959 na Feira Anual de Brinquedos de Nova York. Ainda naquele ano, quando as crianças assistiram ao primeiro comercial de TV da boneca, o brinquedo virou uma febre e aproximadamente 300 mil foram vendidos no primeiro ano.

O marketing direcionado é o grande responsável pelo sucesso da Barbie e uma lição exemplar de como criar conexão sentimental e alcançar públicos específicos de maneira segmentada. 

A Mattel, empresa por trás da boneca, usou estratégias personalizadas que resultaram na longevidade da marca e construiu uma base de fãs leais ao longo das gerações.

Barbie personifica carreiras e histórias de sucesso, permitindo que as crianças se identifiquem com diferentes papéis e sonhos. Essa abordagem permitiu que meninas e meninos se imaginassem em uma infinidade de cenários, o que estabeleceu um vínculo emocional com as crianças e fez o brinquedo se tornar um objeto de desejo.

Para atender às demandas culturais e sociais inadiáveis, a introdução de bonecas com diferentes tons de pele e tipos de corpo possibilitou mais diversidade no brinquedo que por algum tempo foi visto como uma boneca estereotipada. Essa sensibilidade em relação às mudanças na sociedade permitiu que a Barbie continuasse relevante e alinhada com os valores contemporâneos.

A marca demonstra como uma abordagem personalizada pode resultar em uma base de fãs comprometida que constantemente é renovada por novas gerações, tornando-a um exemplo inspirador no mundo do marketing.

É importante para o empreendedor pensar que um marketing direcionado de sucesso envolve estratégias cuidadosamente planejadas. Para alcançar um público específico de maneira eficaz é preciso planejar, estudar e tentar muitas vezes.

Especialistas apontam alguns caminhos para a elaboração de um marketing personalizado. 

A escolha dos canais certos para as campanhas é um deles. As redes sociais, por exemplo, podem ser um excelente facilitador, mas cada uma possui uma linguagem e um público específico. 

Há quem venda no Instagram, há quem venda no Facebook e há quem venda no boca-a-boca, então, o ideal é descobrir onde está o seu público e utilizar o canal certo para atingir o maior número de pessoas interessadas no que a sua marca oferece. 

Os especialistas recomendam não apostar em todos os canais possíveis ao mesmo tempo.

Outra dica importante envolve o uso de dados e o tratamento constante destes. Então, monitore métricas como taxas de cliques, conversões e engajamento para entender o que está funcionando e o que precisa ser ajustado. Essa é uma dica valiosa para não perder tempo e dinheiro insistindo em campanhas fadadas ao fracasso. 

O marketing direcionado é uma estratégia contínua, portanto, avalie regularmente seus resultados, faça ajustes conforme necessário e continue a refinar suas abordagens para manter o engajamento e a conversão.

É importante lembrar que o marketing eficaz exige paciência e consistência. À medida que você aperfeiçoa suas estratégias com base em resultados e feedback, estará pronto para construir relacionamentos sólidos com seu público e alcançar o sucesso desejado.

 

IMAGEM: Mattel/divulgação

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas