Arrecadação vai chegar a R$ 2,38 trilhões, segundo o Impostômetro

Essa é a estimativa para 2018, que representa um crescimento de quase 10% sobre o montante arrecadado em 2017

Redação DC
05/Dez/2018
  • btn-whatsapp
Arrecadação vai chegar a R$ 2,38 trilhões, segundo o Impostômetro

Nesta quinta-feira, 6/12, às 7h35, o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) vai bater um recorde: chegará à marca de R$ 2,2 trilhões de tributos pagos pelos brasileiros desde o primeiro dia do ano.

É a primeira vez que essa cifra é alcançada desde que o painel foi implantado, em 2005. O valor é uma estimativa do total arrecadado por União, estados e municípios na forma de impostos, taxas e contribuições.

Para todo o ano de 2018 a projeção é de que o montante chegue a R$ 2,388 trilhão, o que representa um aumento nominal de 9,98% (ou aumento real de 5,55%, descontada a inflação) em relação ao ano passado, quando o Impostômetro marcou R$ 2,172 trilhão.  

Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), avalia que o crescimento do bolo tributário de um ano para outro reflete o reaquecimento da economia brasileira e a melhora do consumo após a crise, mesmo que em ritmo lento.

“Apesar de ter mais dinheiro nos cofres públicos, os serviços para a população brasileira ? segurança, saúde, educação ? não melhoram, o que transparece que o Estado precisa se ajustar pelo lado dos gastos, gerenciando-os melhor”, diz Burti.

Ele lembra que há estados e municípios superendividados, “o que poderá fazer de 2019 um ano de juros mais altos ou impostos mais elevados, a exemplo do que a velha política fez nos últimos 30 anos”.

O ideal, para Burti, “é que o próximo governo reequilibre as contas por meio de reformas estruturantes sem cogitar qualquer elevação ou criação de impostos, propiciando um ambiente menos oneroso para empresas e consumidores”. 

 

IMAGEM: Paulo Pampolin/Hype

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas