Após fusão, Aliansce Sonae e BRMalls reportam lucro de R$ 153 mi no 2º tri

A combinação das empresas foi oficializada em janeiro e originou a companhia de nome Allos

Redação DC
15/Ago/2023
  • btn-whatsapp
Após fusão, Aliansce Sonae e BRMalls reportam lucro de R$ 153 mi no 2º tri

*com agências

A Allos, como passou a chamar a empresa combinada entre Aliansce Sonae e BRMalls, reportou lucro líquido proforma de R$ 153 milhões no segundo trimestre de 2023, resultado 3,6% menor do que o obtido em igual período do ano passado. 

A companhia reportou receita líquida proforma de R$ 636 milhões no segundo trimestre de 2023, avanço de 14% em relação ao registrado em igual período de 2022. 

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) ajustado proforma alcançou R$ 465,3 milhões no segundo trimestre deste ano, um avanço de 16,3% na comparação com 2022, com margem de 73,2%, avanço de 1,5 ponto percentual.

O lucro operacional líquido totalizou R$ 555,7 milhões no segundo trimestre, avanço de 10% em base anual. O fluxo de caixa operacional (FFO) proforma alcançou R$ 273 milhões de abril a junho, avanço de 27% em relação a 2022.

A vendas totais chegaram a R$ 9,42 bilhões no segundo trimestre de 2023, alta anual de 5,2%, enquanto as vendas referentes à participação da Allos ficaram em R$ 6,34 bilhões, alta de 4,8% na mesma comparação. 

As vendas em mesmas lojas (SSS) ficaram em 2,4%, enquanto o custo de ocupação chegou a 10,8%. A taxa de ocupação chegou a 95,7%, queda de 1,2 ponto percentual ante o ano anterior.

A combinação dos negócios da Aliansce Sonae com os da BRMalls ocorreu no início de janeiro deste ano, sendo que a fusão foi aprovada pelo Cade em novembro de 2022.  

À época, a operação reportada envolvia 11 mil lojistas, 2,5 milhões de metros quadrados e 62 empreendimentos próprios e administrados pelo grupo. 

 

IMAGEM: Leonardo Rodrigues/DC

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas