Americanas passará por processo de recuperação judicial

O pedido veio uma semana após a empresa ter detectado inconsistências contábeis de R$ 20 bilhões, que envolvem credores financeiros, trabalhistas e fornecedores. As dívidas da empresa somam R$ 43 bilhões

Redação DC
19/Jan/2023
  • btn-whatsapp
Americanas passará por processo de recuperação judicial

Nesta quinta-feira (19/1), a Americanas S.A. divulgou ao mercado seu pedido de recuperação judicial em caráter de urgência. As dívidas da empresa somam R$ 43 bilhões.

O pedido veio uma semana após a empresa ter detectado “inconsistências contábeis” de R$ 20 bilhões, que envolvem credores financeiros, trabalhistas e fornecedores e é o quarto maior caso já registrado no país.

De acordo com a companhia, sua posição de caixa é de R$ 800 milhões, dos quais “parcela significativa” estava “injustificadamente indisponível para movimentação na data de ontem”, após BTG Pactual conseguir na Justiça o direito de bloquear R$ 1,2 bilhão sob custódia do banco.

Na última semana, durante uma conferência com o mercado, o ex-CEO da varejista Sergio Rial, apresentou que a companhia tinha um caixa de R$ 7,8 bilhões. E que isso deixaria a empresa em uma situação confortável para fazer frente às obrigações correntes enquanto negociava com os bancos.

Porém, com valor em caixa menor e poucos ativos, a companhia veio com o pedido de recuperação judicial.

O QUE ACONTECE DAQUI PARA FRENTE?

O primeiro passo é a suspensão de negociação das ações temporariamente. Nesta tarde, depois de ficar cerca de meia hora com as negociações suspensas, os papéis voltaram a ser negociados.

Com o pedido de recuperação aprovado, a companhia ganha 180 dias (prazo de blindagem) para que todas suas obrigações de dívida fiquem suspensas. E por consequência, as devem sair do Ibovespa e de todos os outros índices, pois companhias em recuperação judicial não são elegíveis para fazer parte de nenhum índice.

Nesse processo, a arrumação da casa pode ocorrer por venda de ativos, renegociação de dívidas, conversões de dívidas em ações e aumento de capital. No entanto, a dissolução da companhia também não é descartada.

 

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas