Negócios

Venda de veículos novos cresce 3,09% em setembro


Fenabrave revisa projeção para 2018 e espera vender 2,079 milhões de autos


  Por Estadão Conteúdo 02 de Outubro de 2018 às 13:30

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O resumo mensal de vendas de veículos automotores da Fenabrave, entidade que congrega as revendedoras, para o mês de setembro mostra que foram vendidas no período 173,193 unidades. Na comparação com agosto, quando foram vendidas 203,911 unidades, verifica-se uma queda de 15,06%.

No confronto de setembro com o mesmo mês do ano passado, houve um crescimento de 3,09%. Em setembro de 2017 foram colocadas 167,997 automóveis novos nas ruas do País. No acumulado do ano até setembro, as vendas de veículos novos somaram 1.511.537 unidades, número 12,12% superior às 1.348.175 unidades vendidas no mesmo período do ano passado.

A soma de autos e veículos leves vendidos em setembro foi de 204.733 unidades. Esse número é 14,42% a menor que as 239.227 unidades vendidas no mês imediatamente anterior, 5,77% acima das 193.557 unidades vendidas em setembro do ano passado. No acumulado do ano foram vendidas 1.779.675 unidades, o que mostra um aumento de 13,10% sobre as 1.573.508 vendidas de janeiro a setembro de 2017.

As vendas de caminhões em setembro somaram 6.704 unidades. Este número é 9,89% menor que as 7.440 unidades vendidas em agosto e 47,60% superior às 4.542 unidades vendidas em setembro do ano passado. No acumulado do ano até setembro foram vendidos 53.147 caminhões, o que mostra crescimento de 50,37% acima 35.344 unidades vendidas em no mesmo período de 2017.

De ônibus foram vendidas 1.913 unidades em setembro ante 1.954 em agosto, mostrando queda 2,10% na margem. Em relação a setembro do ano passado, quando foram vendidas 1.105 ônibus, houve crescimento de 73,12%. Já no acumulado do ano, quando fora vendidos 13.264 ônibus, houve um crescimento de 21,91% sobre as 10.880 unidades vendidas em igual período do ano passado.

PROJEÇÃO

A Fenabrave revisou em setembro suas projeções para as vendas neste ano de 2.039.736 unidades na previsão anterior feita em julho, com crescimento de 9,9% sobre o total registrado no ano passado, para 2.079.530 unidades, o que levará a um crescimento de 12%.

A revisão não considera tratores e colheitadeiras, já que estes não são licenciados, disse o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

Quando se soma aos autos os veículos leves, a projeção foi revista de 2.383.184 unidades para 2.430.788, o que levará a um aumento de 11,9% sobre o total de vendas de autos e leves no ano passado.

A explicação para a revisão das vendas para cima são o aumento da confiança do consumidor, queda da taxa básica de juros e redução da inflação.

TRATORES  

A Fenabrave trabalha com a previsão de vendas de 42 mil unidades de tratores e colheitadeiras neste ano, com um crescimento de 1,20% sobre o total vendido no ano passado.

Essa projeção resulta de revisão feita em setembro sobre a previsão de julho, que apontava para um total de vendas neste ano de 41.600 unidades. A previsão de julho já embutia um crescimento de 0,24% sobre as vendas de 2017.

De acordo com os executivos da Fenabrave, o aumento de vendas está associado à redução da taxa básica de juros, inflação e aumento da confiança dos compradores.

IMAGEM: Thinkstock