Negócios

Supermercados paulistas acumulam alta de 4% nas vendas até outubro


Para dezembro, a Apas acredita que ceias menores e caseiras devam ser o principal movimento das famílias e espera um aumento de 8% em vendas


  Por Estadão Conteúdo 07 de Dezembro de 2020 às 16:43

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


Os supermercados de São Paulo acumulam alta de vendas de 4% no ano de 2020 até o mês de outubro. Em 2019, o acumulado para o mesmo período foi de 0,6%. Na comparação com o mesmo mês de 2019, porém, outubro deste ano apresentou queda de 1% nas vendas.

Os dados são da pesquisa mensal sobre o faturamento real no Estado, divulgado pela Associação Paulista de Supermercados (Apas).

Os números são deflacionados e consideram o conceito de mesmas lojas - unidades em operação no tempo mínimo de 12 meses.

Para o presidente da Apas, Ronaldo dos Santos, o índice é visto com naturalidade uma vez que houve acomodação nas vendas após a abertura dos setores não essenciais, como bares, restaurantes e shoppings durante a pandemia.

"O crescimento significativo do comércio nos últimos meses demonstra que boa parte da renda familiar foi redirecionada para fora dos supermercados", explica Santos.

Para dezembro, a Apas acredita que ceias menores e caseiras devam ser o principal movimento das famílias e espera um aumento de 8% em vendas nos supermercados. Em 2019, a expectativa para o período era de 6%.

 

IMAGEM: Thinkstock






Publicidade





Publicidade







Publicidade