Negócios

Confiança dos empresários de supermercados segue em alta


O setor desacelerou seu ritmo de abertura de novas lojas e, em 2017, cresceu 0,4% em quantidade de pontos de venda, nível abaixo do registrado em anos anteriores


  Por Estadão Conteúdo 19 de Março de 2018 às 12:04

  | Agência de notícias do Grupo Estado


Em fevereiro, a confiança dos empresários do varejo de supermercados subiu pela quinta medição consecutiva e segue sinalizando otimismo, conforme dados da Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

O indicador de confiança marcou 55,7 pontos em fevereiro deste ano. Números acima de 50 indicam otimismo. O indicador começou a subir em meados do ano passado, partindo de 48,4 em junho de 2017.

Durante a Convenção Nacional do setor no Rio de Janeiro, o presidente da Abras, João Sanzovo Neto, avaliou que os empresários tem demonstrado maior confiança com a recuperação econômica. A melhora do otimismo sinaliza ainda maior disposição a investir, disse.

LOJAS

O setor de supermercados desacelerou seu ritmo de abertura de novas lojas e, em 2017, cresceu 0,4% em quantidade de pontos de venda, nível abaixo do registrado em anos anteriores. Segundo a Abras, o ritmo de crescimento era de 0,5% em 2016 e de 1,2% em 2015.

Os dados da Abras e da Nielsen apontam que, ao final do ano passado, o setor contava com 89,3 mil pontos de venda.

Apesar da menor expansão com novas lojas, o setor acelerou a criação de vagas de emprego. O número de empregos diretos cresceu 1,1% na comparação anual, chegando a 1,822 milhão de empregos.

O setor faturou no ano passado R$ 353,2 bilhões, crescimento nominal de 4,3% no ano.

FOTO: Thinkstock