Finanças

Demanda por crédito do consumidor cai em maio


Índice caiu em 2,1% em maio na comparação mensal dessazonalizada, de acordo a Boa Vista SCPC. O resultado ainda mostra os impactos das paralisações dos caminhoneiros


  Por Redação DC 27 de Junho de 2018 às 09:26

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


A Demanda por Crédito do Consumidor caiu em 2,1% em maio na comparação mensal dessazonalizada, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC.

No acumulado em 12 meses, o indicador avançou 1,9% (junho de 2017 até maio de 2018 frente aos 12 meses antecedentes). Na avaliação interanual (maio de 2018 frente a maio de 2017), maio apresentou queda de 3,6%.

Considerando os segmentos que compõem o indicador, o Financeiro apresentou diminuição de 5,4% na variação mensal dessazonalizada. O segmento Não Financeiro ficou praticamente estável, tendo alta de 0,1% na mesma base de comparação.

Os resultados de maio mostram os impactos das paralisações dos caminhoneiros sobre a demanda por crédito do consumidor, que acompanhou a queda da atividade econômica durante o período.

A lenta retomada da economia e alto nível de desemprego no início do ano continuam contribuindo para a redução do ritmo de crescimento do consumo e, consequentemente, da demanda por crédito. Espera-se que com as perspectivas positivas para os juros e inflação o indicador siga evoluindo de forma gradual. Abaixo a tabela contendo o resumo dos dados apresentados.

METODOLOGIA 

O indicador de Demanda do Consumidor por Crédito é elaborado a partir da quantidade de consultas de CPF à base de dados da Boa Vista SCPC por empresas. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100 e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. A partir de janeiro de 2014, houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.

FOTO: Thinkstock