Economia

Indicador de tendência da economia recua 0,3% em agosto


Resultado mostra que, após o recuo causado pela paralisação dos transportes em maio, o nível de atividade continua em sua trajetória de lenta recuperação, segundo a FGV


  Por Estadão Conteúdo 18 de Setembro de 2018 às 12:01

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O Indicador Antecedente Composto da Economia (IACE) para o Brasil encerrou agosto com queda de 0,3% em relação a julho, alcançando 115,2 pontos, de acordo com o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) e The Conference Board (TCB).

Em contrapartida, o Indicador Coincidente Composto da Economia (ICCE), que mensura as condições atuais da economia, subiu 0,3% no oitavo mês do ano, registrando o terceiro avanço consecutivo.

Apesar da elevação, o economista do Ibre/FGV Paulo Picchetti avalia que o resultado mostra que, após o recuo causado pela paralisação dos transportes em maio, o nível de atividade continua em sua trajetória de lenta recuperação.

"Por sua vez, o desempenho negativo do IACE em agosto mostra que esta recuperação tem baixa probabilidade de ganhar ritmo mais forte nos próximos meses, refletindo incertezas internas e externas que vêm afetando a economia brasileira", diz Picchetti.

FOTO: Thinkstock