Brasil

Funcionamento das empresas de SP será ampliado de 6h para 8h


Flexibilização vale, a partir do dia 21, para comércios e serviços que atuam em municípios que se encontram na fase amarela do Plano São Paulo


  Por Renato Carbonari Ibelli 19 de Agosto de 2020 às 14:19

  | Editor ibelli.dc@gmail.com


O governo paulista ampliou de 6 para 8 horas o limite de funcionamento dos negócios que operam em municípios que se encontram na fase 3 (amarela) do Plano São Paulo. A flexibilização passa a valer a partir de sexta-feira, 21/08.

A medida alcança o comércio de rua e de shoppings, assim como prestadores de serviços. Esses estabelecimentos poderão funcionar por oito horas seguidas, ou fracionar a jornada ao longo do dia.

Independentemente do modelo adotado, os negócios só poderão permanecer abertos até às 22 horas.   

Segundo Patricia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, o limite das 22 horas tem contribuído para evitar aglomerações. Assim, o governo paulista decidiu manter esse limite também nos municípios que eventualmente entrarem na fase 4 (verde).

Mais de 80% dos municípios do estado estão na fase amarela, que permite aos negócios que operam com clientes atenderem até 40% da capacidade total. Na fase verde, é possível atender até 60% da capacidade.

Em ambos estágios da flexibilização é necessário seguir os protocolos de higiene específicos para cada segmento.

A última atualização do Plano São Paulo não incluiu nenhum município na fase verde. Na fase 1 (vermelha), na qual apenas o comércio considerado essencial pode abrir, caso dos supermercados, há duas regiões, as de Franca e Registro.





Publicidade





Publicidade





Publicidade