Tempo de abertura de empresas cai para três dias em todo o país

Os dados são da Receita Federal, gestora do sistema integrador nacional. Sistema on-line 'Balcão Único', assinaturas avançadas e o pagamento de taxas com pix foram essenciais para reduzir esse prazo, segundo o Sebrae

Agência Sebrae
27/Jun/2022
  • btn-whatsapp

Pela primeira vez, todos os estados brasileiros e o Distrito Federal reduziram o tempo de abertura de empresas e negócios para menos de três dias. Os dados são do painel da Receita Federal, gestora do sistema integrador nacional. O último estado a bater este recorde foi a Bahia. Esse é o resultado do trabalho coletivo da Redesim nas esferas federais, estaduais e municipais para desburocratizar a abertura de empresas e beneficiar o empreendedor.

Carlos Melles, presidente do Sebrae, afirma que este é um marco importante para os pequenos negócios. "O Balcão Único, sistema on-line que permite abrir empresas em apenas alguns minutos, e a utilização das assinaturas avançadas, que utiliza uma tecnologia do sistema Gov.br, são dois elementos que nos trouxeram até aqui.”

Outro ponto alto que agiliza o processo de abertura de empresas foi o uso de Pix para pagamento de taxas, que reduz para zero o tempo de compensação.

Desde 2012, o Sebrae tem atuado na redução do prazo e da desburocratização nos processos de abertura de empresas. Entre os trabalhos realizados pela instituição, estão a participação ativa na implementação da Redesim, executando um trabalho em nível federal e nos estados com o programa “Ambiente de Negócios”, com consultorias ministradas aos municípios e órgãos estaduais para agilizar a legalização de empresas, a integração à Redesim e a automatização dos processos, além da revisão e modernização das legislações.

Já o projeto “Solução Empreendedor Digital” oferece, por meio de convênio, soluções tecnológicas públicas para juntas comerciais e municípios para automatização dos seus processos. A instituição também é membro do Comitê Nacional da Redesim.

Como próximo passo para o trabalho, a Redesim está avançando com a consulta de viabilidade automática nos municípios – resposta dada ao empresário que consulta a prefeitura – por meio do cruzamento de dados das regras de ocupação com as atividades econômicas.

A proposta é que o sistema dê uma resposta automática à maioria das consultas, liberando os servidores dos municípios para realizarem análises mais complexas. Outro movimento liderado pela Receita Federal e que pode acelerar esse trabalho é a adoção do CNPJ como identificação única de empresas nos níveis municipal, estadual e federal. De acordo com a Receita Federal, o tempo médio de abertura de empresa de 1 dia e 21 horas já está sendo praticado em 4.184 municípios brasileiros integrados, abrangendo 90% do ambiente de negócios.

IMAGEM: Thinkstock    ARTE: Sebrae

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas