Estudo mostra importância da omnicanalidade para setor de farmácias

A jornada do consumidor envolve pesquisa em sites e marketplaces, ida às lojas físicas e compra em diferentes canais

Redação DC
30/Nov/2023
  • btn-whatsapp
Estudo mostra importância da omnicanalidade para setor de farmácias

Levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) mostra que a jornada de compras em farmácias e drogarias é cada vez mais híbrida, passando por lojas físicas, aplicativos, sites e marketplaces.

O estudo, que ouviu 706 consumidores em todo o país, constatou que 93% dos entrevistados costumam pesquisar antes de comprar medicamentos e itens de perfumaria. O levantamento indica que 41% das pesquisas são feitas em sites de busca, 24% nos sites das redes de farmácias e apenas 12% nas lojas físicas.

Além disso, 92% dos entrevistados compram medicamentos ou itens de perfumaria pelo menos mensalmente em farmácias e drogarias, sendo que 34% o fazem no mínimo uma vez por semana. 

PERFUMARIA 

Farmácias e drogarias são o principal canal de compras de perfumaria para 41% dos clientes, enquanto as lojas especializadas são preferidas por 23% e os supermercados, por 12%. 

“As farmácias e drogarias têm uma vocação de conveniência e proximidade, e esse é um ativo que pode ser bem trabalhado pelas empresas em uma jornada omnichannel”, analisa Eduardo Terra, presidente da SBVC.

A maioria das compras de perfumaria, porém, se dá de forma planejada: apenas 8% dos entrevistados afirmam comprar por impulso. Nesse planejamento da compra, 48% pesquisam o produto desejado e compram no site considerado mais confiável, enquanto 45% priorizam preço. 

Mas essa é uma compra híbrida: 42% vão a uma loja física específica, pois sabem que lá encontram o que precisam.

“Os números mostram que o consumidor, mesmo em compras planejadas, busca conveniência, preço e experiência e pode estar aberto a compras por impulso, dependendo do esforço promocional das marcas e do fit com seu momento de compra”, afirma Terra. “O varejo que reconhece esses gatilhos de compra aumenta seu tíquete médio e entrega uma experiência mais relevante para os clientes”, acrescenta.

O estudo aponta ainda que 87% dos entrevistados estão contentes com a qualidade da experiência que recebem em suas compras on-line. “O próximo passo é a capacidade de integrar a experiência digital com o calor humano das lojas físicas para atender os clientes da melhor maneira”, acrescenta Terra.

 

IMAGEM: Newton Santos/DC

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas