E-commerce crescerá menos em 2022, mas ainda em dois dígitos

Em 2021, o setor cresceu 19% e, para 2022, com a retomada das lojas físicas, espera-se uma alta de 12%. Mas sua consolidação deve elevar ainda mais as vendas do varejo total, diz a ABComm

Redação DC
03/Fev/2022
  • btn-whatsapp
E-commerce crescerá menos em 2022, mas ainda em dois dígitos

Em 2021, o mundo continuou a se adaptar à nova realidade que a pandemia estabeleceu para o consumidor. Desse modo, o crescimento do e-commerce chegou à marca de 19%.

Já para este ano, a projeção é que o setor mantenha o crescimento gradativo e atinja os 12%, segundo balanço das vendas on-line medido pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). 

O novo coronavírus transformou o mundo, e com o Brasil não foi diferente. As restrições se mantiveram por algum tempo em 2021, mas o varejo físico viu a retomada gradativa das atividades com o avanço da vacinação.

Com isso, o e-commerce faturou R$ 150,8 bilhões e, para 2022, espera-se que faturamento de R$ 169,5 bilhões. O número de consumidores no comércio eletrônico também deve aumentar de 79,8 milhões (2021) para 83,7 milhões (2022). Já o ticket médio deve crescer de R$ 450 para R$ 460.

Para o Ano Novo, a ABComm aponta que o crescimento continuará, mas de forma mais amena, avalia o diretor de inteligência de mercado Alexandre Crivellaro, mesmo com os milhares de novos consumidores online em 2021. 

A cada ano, as pessoas veem no comércio eletrônico a praticidade dessas compras e se sentem mais seguras com a ideia, afirma, e hoje o setor é popular desde categorias bens duráveis até itens de supermercado ou farmácia. 

"Apesar da retomada das lojas físicas, a consolidação do e-commerce faz parte da vida dos brasileiros e deve se manter neste ano, elevando ainda mais as projeções para as vendas do varejo", sinaliza. 

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Abr
Mai
Jun
IGP-M
1,1466
1,1072
1,1070
IGP-DI
1,1353
1,1056
--
IPCA
1,1213
1,1173
--
IPC-Fipe
1,1226
1,1227
--

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Mar
Abr
Mai
Demanda por crédito
0,6%
-4,3%
-2,1%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
-1%
1,1%
1,5%
Inadimplência do consumidor
5,1%
5,0%
7,5%
Recuperação de crédito
6,4%
1,8%
-5,6%
mais índices

Vídeos

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

2º Encontro "Liberdade para Empreender”

SOS Empreendedores - Crédito e negociação de dívidas

Colunistas