Conheça ferramentas que ajudam a desvendar hábitos de clientes

Novas tecnologias possibilitam detectar o comportamento dos consumidores para viabilizar ações de marketing e comunicação

Italo Rufino
28/Jun/2016
  • btn-whatsapp
Conheça ferramentas que ajudam a desvendar hábitos de clientes

A prática de coletar dados de clientes no varejo físico está cada dia mais popular. Se há poucos anos softwares para analisar informações de consumidores eram quase exclusividade de lojas virtuais, que desvendavam rastros dos compradores pela internet, hoje há ferramentas que permitem conhecer melhor o cliente nas lojas físicas –e ajudam o lojista a criar ações para vender mais. 

Recentemente, a americana Zebra Technologies conduziu uma pesquisa para identificar como os varejistas da América Latina estão usando a tecnologia para atender as demandas dos clientes. O levantamento consultou profissionais de marketing e TI do Brasil Chile, Colômbia e México.  

A pesquisa revelou que muitas empresas usam dados gerados em programas de fidelidade e em compras com cartão de crédito e débito para identificar os produtos comprados em conjunto (62%), realizar reposição de prateleira (60%) e identificar diferentes perfis de compradores (59%).

As empresas também se conectam ao comprador ao oferecer pagamento por meio de smartphone (42%), máquinas de autoatendimento (34%) e wi-fi gratuito dentro da loja (18%).

Há um ano, o restaurante Ponto Chic, de São Paulo, passou a se valer de uma ferramenta que capta dados dos clientes que usam a rede wi-fi do estabelecimento. 

Para acessar a rede, o cliente preenche um cadastro por meio de sua conta no Facebook. Se aceitar os termos de uso, o cliente permite que a ferramenta armazene seu nome, sexo, idade, e-mail, modelo de dispositivo e sistema operacional, horário de conexão e frequência que visita a loja.

Por meio de uma plataforma na nuvem, Rodrigo Alves, sócio-diretor do Ponto Chic, acessa os dados. A ferramenta também possibilita que Alves personalize imagens que são exibidas quando o cliente se conecta. 

“Exibimos promoções, avisos ou recomendações de pratos do dia”, diz. “O sistema também convida automaticamente o cliente para curtir a nossa página no Facebook e avaliar o estabelecimento no site de turismo TripAdvisor”. 

Com isso, o número de avaliações sobre o Ponto Chic no TripAdvisor cresceu 60% no ano passado. Atualmente, a loja possui 320 avaliações e tem classificação positiva. 

Outra funcionalidade da tecnologia é enviar e-mail marketing segmentado de acordo com os dados do usuário.  

“A tecnologia funciona muito bem como ferramenta de comunicação e marketing para quem já conhece o restaurante”, afirma Alves. 

A ferramenta usada pelo Ponto Chic, batizada de Social Wifi, foi desenvolvida pela italiana Wiman, que desenvolve tecnologias para compartilhamento de wi-fi.

A empresa possui mais de 500 clientes no Brasil, entre eles o restaurante Eataly e a casa de shows Woods. O custo do Social Wifi para varejistas varia entre 70 reais e 200 reais.

SAIBA MAIS: 5 passos essenciais para você manter a clientela por perto

FIDELIDADE DIGITAL NO MUNDO FÍSICO  

Outra maneira de captar dados de clientes no varejo físico é por meio de programas de fidelidade digitais. A paulista Collact desenvolveu um aplicativo que substitui o cartão de fidelidade de papel.

A empresa instala um tablet no caixa das lojas, que permite que os clientes acumulem pontos a cada compra realizada apenas informando o número do CPF no aplicativo. 

Por meio do cadastro, o lojista identifica nome, idade, sexo, email e hábitos de compra do consumidor. A ferramenta também possibilita o envio de avisos e promoções direcionadas para cada público.

Por exemplo, por meio de um sistema de geolocalização, o consumidor pode receber uma notificação no smartphone ao passar na frente de uma loja que esteja com produtos de seu interesse em promoção. 

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas