Carga tributária média de presentes para o Dia das Mães é de 36%, diz ACSP

Mas há itens que extrapolam muito essa média, caso dos perfumes importados, que têm 78,99% de tributos embutidos em seus preços

Redação DC
12/Abr/2024
  • btn-whatsapp
Carga tributária média de presentes para o Dia das Mães é de 36%, diz ACSP

O varejo começa a preparar as vitrines e promoções pensando no Dia das Mães, que acontece dentro de um mês, em 12 de maio. Roupas, perfumes e bijuterias costumam ser itens bastante procurados para presentear na data, embora também sejam bastante tributados.

Segundo dados do Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), itens normalmente procurados no varejo para presentear as mães têm uma carga tributária média de 36%. Em outras palavras, do preço pago por esses itens, 36% equivalem a impostos, taxas e contribuições. 

No caso de perfumes importados, 78,99% do preço são tributos embutidos. Os nacionais são um pouco menos tributados, 69,13%. A lista segue: bijuteria (43,36%), joia (50,44%), bolsa (39,95%), roupa (34,67%), maquiagem (51,41%), maquiagem for importada (69,53%), vaso de flor (40,62%), secador de cabelo (47,88%) e óculos de sol (44,18%).

O cálculo para o Impostômetro é feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). 

Marcel Solimeo, economista da ACSP, lembra que a alta carga tributária não será o único desafio dos consumidores na hora de presentear suas mães. “Tudo o que compõe o preço final do produto, especialmente neste ano, vai chamar a atenção também pelos efeitos da inflação em alta, que diminui o poder de compra dos consumidores”, afirma. 

 

IMAGEM: Leonardo Rodrigues/DC

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas