Boa Vista: registros de inadimplentes têm alta de 9,2% no trimestre

O indicador avançou 5,1% em março, na comparação mensal. Inflação e juros elevados tornam mais difícil manter as contas em dia

Redação DC
07/Abr/2022
  • btn-whatsapp
Boa Vista: registros de inadimplentes têm alta de 9,2% no trimestre

Os registros de inadimplentes na base de dados da Boa Vista cresceram 5,1% em março, na variação mensal. O indicador já havia avançado 1,4% em fevereiro, levando o resultado do primeiro trimestre a uma alta de 9,2% na comparação com igual período do ano passado.

Apenas em janeiro os registros de inadimplentes diminuíram, após queda de 0,7% sobre dezembro de 2021. Segundo a Boa Vista, os resultados dos dois meses seguintes confirmam que o desempenho observado no primeiro mês do ano foi pontual.

Por outro lado, o indicador recuou 4,5% na comparação interanual e a alta no resultado acumulado em 12 meses desacelerou, levemente, de 4,7% para 4,6% entre os meses de fevereiro e março.

“Essa desaceleração, contudo, tende a ser pontual, e a curva de longo prazo deve retomar o ritmo de aceleração nos próximos meses como sugerem os resultados mensais e trimestrais”, diz a Boa Vista.

O birô de crédito explica que pesa sobre a capacidade dos consumidores de manter as contas em dia a combinação de inflação e juros elevados, a expectativa de que este quadro pode perdurar por mais tempo e as baixas projeções de crescimento que podem inibir a contínua recuperação do mercado de trabalho.

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO

Já o Indicador de Recuperação de Crédito avançou 6,4% na comparação mensal e 13,6% na comparação entre os primeiros trimestres de 2022 e 2021.

Em relação ao mês de março do ano passado o indicador avançou de forma expressiva, com alta de 11,3%, mas isso não retardou a desaceleração na curva de longo prazo, medida pela variação acumulada em 12 meses, que passou de 5,1% em fevereiro para 4,3% na leitura de março. 

“Vale ressaltar que, assim como observado nos dois primeiros meses do ano, parte dessa recuperação também se deve ao aumento no fluxo de inadimplentes, que tem sido forte. No entanto, livrar-se das restrições de crédito não elimina o risco de crédito, tanto que a projeção é de elevação na taxa de inadimplência ao longo deste ano” diz a Boa Vista.

 

IMAGEM: Thinkstock

 

 

 

 

 

 

Indicadores de Crédito da Boa Vista

Índice
Mar
Abr
Mai
Demanda por crédito
0,6%
-4,3%
--
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
-1%
1,1%
--
Inadimplência do consumidor
5,1%
5,0%
7,5%
Recuperação de crédito
6,4%
1,8%
-5,6%
mais índices

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mar
Abr
Mai
IGP-M
1,1477
1,1466
1,1072
IGP-DI
1,1557
1,1353
1,1056
IPCA
1,1130
1,1213
1,1173
IPC-Fipe
1,1096
1,1226
1,1227

Vídeos

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

2º Encontro "Liberdade para Empreender”

SOS Empreendedores - Crédito e negociação de dívidas

Colunistas