Tecnologia

Rei do Mate investe em tecnologia para atrair mais consumidores


O aplicativo Uau-fi – que estará disponível em toda a rede – deve aumentar o fluxo de clientes em até 20%


  Por Thais Ferreira 19 de Abril de 2016 às 08:00

  | Repórter tferreira@dcomercio.com.br


Quando surgiram as primeiras lojas do Rei do Mate – rede de franquias que vende chás, cafés, salgados e lanches – não havia mesas nos estabelecimentos. Os clientes eram servidos no balcão, consumiam rapidamente e davam lugar a uma nova leva de consumidores.

Esse formato mudou há 15 anos. Os espaços começaram a ganhar mesas, cadeiras e poltronas para se tornarem mais convidativos para os clientes. O serviço rápido foi substituído por um ambiente confortável, onde as pessoas podem conversar tranquilamente enquanto apreciam seu café.

Com o novo modelo, veio também a expansão. Hoje, são 340 lojas da rede espalhadas por 17 estados. São servidos mensalmente mais de oito milhões de pães de queijo, 80 toneladas de açaí e mais de 500 mil xícaras de café.

Agora, mais um passo é dado para mudar o ambiente das lojas, atrair mais clientes e retê-los por mais tempo. A rede passará a oferecer internet gratuita.

Essa prática não é novidade no varejo – desde 2002, a rede americana Starbucks já oferece esse serviço aos clientes. Uma decisão que foi considerada arriscada na época: existia a possibilidade dos consumidores irem para os estabelecimentos apenas para usar a internet gratuita, sem consumir.  Hoje, o Wi-Fi está em toda a rede, mostrando que esta é uma ferramenta para trazer mais consumidores para dentro das lojas – e que eles não só usam a internet, como também consomem. Desde 2001, o faturamento da empresa saltou de 2,6 milhões para 4,8 milhões em 2014.

No Starbucks, o acesso é feito por meio de um cadastro que dá direito a navegação. A empresa armazena essa informações e as utiliza para mandar e-mails sobre promoções e novidades da rede.

De acordo com uma pesquisa realizada pela IBM, 43% dos consumidores afirmam que sentem mais vontade de consumir quando recebem uma oferta pelo celular. O mesmo estudo apontou que 82% dos médios e grandes varejistas oferecem internet em seus estabelecimentos, 37% desses empresários afirmam que o Wi-Fi teve influência direta na fidelização dos clientes.

ANTÔNIO NASRAUI, DO REI DO MATE, PRETENDE AUMENTAR O NÚMERO DE CLIENTE COM AJUDA DO UAU-FI

UMA NOVA ALTERNATIVA

Em vez de seguir a mesma fórmula do Starbucks ou de investir num aplicativo próprio da marca, o Rei do Mate decidiu testar uma outra opção. “Até começamos a fazer um app da empresa, mas quando conhecemos a Uau-fi desistimos do projeto”, afirma Antônio Nasraui, diretor comercial e de marketing da empresa.

A Uau-fi, empresa de Araçatuba, cidade do interior de São Paulo, quer levar as ferramentas dos e-commerces para as lojas físicas.

No mundo online, os comerciantes conseguem saber exatamente onde os clientes clicaram, quanto tempo navegaram pelo site e quais produtos tiveram mais interesse. Além de terem acesso a um cadastro completo dos consumidores.

O mesmo não é possível nas lojas físicas. A Uau-Fi decidiu, então, juntar a internet gratuita com uma ferramenta que ajudasse a entender o comportamento dos consumidores.

COMO FUNCIONA

O cliente do Rei do Mate, por exemplo, que quiser acessar o Wi-Fi da loja, faz o download do aplicativo da Uau-Fi. Realiza um cadastro e automaticamente entra numa página personalizada com informações sobre o cardápio e promoções. 

Depois disso, o cliente pode usar a internet para navegar em outros sites. O maior benefício para os consumidores é que App pode ser usado em outras redes de lojas que utilizam a mesma ferramenta, sem precisar de um novo cadastro.

“Nós chamamos esse App de metamórfico, ele não é apenas de uma loja ou de uma rede, ele se adapta e conecta automaticamente quando o cliente entra em outros estabelecimentos”, afirma Rodrigo Antunes, CEO da Uau- Fi. “Dessa forma, o consumidor não precisa baixar diversos aplicativos ou fazer o cadastro em todas lojas.”

Para garantir a privacidade e a segurança dos clientes, as informações geradas – como perfil, cliques em produtos ou interesse nas promoções – podem ser acessados apenas pelo lojista que teve o Wi-Fi acessado.

Com a ajuda do aplicativo, os comerciantes têm acesso a relatórios, criam campanhas de fidelidade interativas, montam cardápios virtuais e compartilham fotos e vídeos. Além disso, eles podem fazer marketing direto para nichos específicos por meio de SMS.

A ferramenta começou a ser utilizada pelo Rei do Mate há duas semanas. Em seis meses, o Uau-Fi deve estar na rede inteira.

“Nós queremos que as pessoas entrem em nossas lojas e fiquem durante um tempo ou que levem seus laptops para trabalhar enquanto consomem”, afirma Nasraui. “Vamos priorizar a experiência dos clientes.”

A expectativa é que até o fim do ano o movimento nas franquias da marca cresça entre 10% e 20% por causa do Uau-fi. Além do Rei do Mate, algumas unidades do China in Box e Subway utilizam a mesma tecnologia.