Tecnologia

Glossário do empreendedor: o que é SaaS


Modelo de negócio usado por startups garante baixo custo e grande alcance na distribuição de serviços digitais, o que beneficia pequenas empresas


  Por Italo Rufino 16 de Junho de 2021 às 07:00

  | Repórter


Na virada do último milênio, era comum as pessoas comprarem softwares físicos em bancas de jornais, papelarias e lojas de informática – uma das maiores representantes do segmento, por exemplo, era a Kalunga. 

Entre os produtos populares havia softwares de instalação do Windows, pacote Office, games e antivírus, vendidos em caixas de papelão acompanhados de um robusto manual de papel. 

A instalação dos programas também não era fácil e, muitas vezes, requeria a ajuda de um profissional de informática. Quem não tinha conhecimento técnico e se aventurasse sozinho poderia causar estragos que só eram solucionados após formatação da máquina – e todos os arquivos iam para o beleléu. 

Quem tem menos de 30 anos talvez nunca tenha experimentado essa jornada. Hoje, com poucos cliques na internet é possível acessar softwares e usá-los sem a necessidade instalar pesados programas. 

É a era do SaaS (sigla de softwares como serviços, em português), modelo de negócio que, por meio de computação na nuvem, utiliza sites para oferecer serviços on-line. 

Como tudo roda por meio da internet, o serviço pode ser acessado de qualquer dispositivo conectado. Dropbox, Spotify e Google Docs são exemplos de modelos SaaS.

VANTAGENS

Atualmente, há diversas ferramentas tecnológicas que operam no modelo SaaS, disponíveis para pequenas e médias empresas. 

São aplicativos de negócios, como sistemas de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM), de gestão empresarial (ERP), de vendas e fluxo de caixa. 

Entre as vantagens para os pequenos negócios usar SaaS estão:

Licenciamento. Em vez de ter a propriedade do programa, o que pode custar muito caro, a empresa contrata uma assinatura do serviço. Neste caso, os valores variam conforme a demanda do negócio e não possui taxa de aquisição, o que costumava ser uma barreira de entrada para micro e pequenos negócios na era digital. 

Local. O software não fica instalado nas máquinas da empresa, o que diminui custos de armazenamento de dados, necessidade de backup e torna o serviço acessível remotamente para os funcionários.  

Gerenciamento. A manutenção e atualização do programa deixam de ser responsabilidade da equipe de TI da empresa e passam para as mãos da fornecedora, que deve respeitar um acordo de nível de serviço, similar ao modelo utilizado por operadoras de telefonia. 

Segurança. É obrigação do fornecedor criar mecanismos para proteger os dados armazenados na nuvem e evitar acessos indevidos. Geralmente, os dados são salvos automaticamente, o que também evita que informações sejam perdidas caso haja problemas nos dispositivos de acesso durante o uso dos aplicativos. 

O MODELO É COMUM EM STARTUPS

Pequenas empresas de tecnologia costumam ter modelos de negócios baseados em SaaS devido ao baixo custo de distribuição, uma vez que, desenvolvido o software, é possível vende-lo remotamente para milhares de clientes. 

A tática de reduzir custos e aumentar o alcance garante a escalabilidade do negócio (a capacidade de aumentar as receitas de forma exponencial sem que os custos cresçam na mesma proporção). 

Ao mesmo tempo, o modelo aumenta a produtividade das empresas desenvolvedoras, que podem prestar atendimento ao cliente, realizar atualizações e correções nos programas também remotamente. 

A possibilidade de entregar o produto digital de forma ágil também é usada para testar protótipos, em que a experiência e feedbacks dos usuários são usados para melhorar o serviço enquanto ele já está no mercado.

LEIA MAIS:

Glossário do empreendedor: o que é upcycling

Glossário do empreendedor: o que é lead

Glossário do empreendedor: o que é SKU

Glossário do empreendedor: o que é "churn rate"

Glossário do Empreendedor: o que é OKR

Glossário do empreendedor: o que é Beacon

Glossário do empreendedor: o que é "bootstrapping"

Glossário do Empreendedor: entenda o que é Product Market Fit

Glossário do empreendedor: o que é Fisital

Glossário do empreendedor: o que é hackathon

Glossário do empreendedor: o que é protótipo

Glossário do empreendedor: o que é 'growth hacking'

Glossário do empreendedor: indicadores financeiros

Glossário do Empreendedor: o que é Internet das Coisas

Glossário do empreendedor: o que é store in store

Glossário do empreendedor: o que é crowdsourcing

Glossário do empreendedor: o que é uma incubadora

Glossário do empreendedor: o que é Empresa B

Glossário do Empreendedor: o que é Kick-Off Meeting

Glossário do empreendedor: o que é due diligence

Glossário do empreendedor: o que é break-even

Glossário do Empreendedor: o que é transmídia?

Glossário do Empreendedor: o que é Cobranding?

Glossário do empreendedor: O que é pivotar

Glossário do empreendedor: o que é holding?

Glossário do Empreendedor: o que é Freemium?

Glossário do Empreendedor: o que é benchmarking?

 

IMAGEM: Thinkstock





Publicidade





Publicidade









Publicidade