Tecnologia

Biometria: ACSP ganha posto temporário para cadastro


Ação é resultado de um convênio firmado entre a entidade e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo. Atendimento estará disponível para eleitores de todo o estado


  Por Mariana Missiaggia 20 de Setembro de 2019 às 16:45

  | Repórter mserrain@dcomercio.com.br


A partir da próxima segunda-feira (23/9), o edifício-sede da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) passará a funcionar como posto temporário de atendimento da Justiça Eleitoral para o cadastro de biometria dos eleitores de todo o estado de São Paulo.

A ação é resultado de um convênio firmado entre a entidade e o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). Em uma visita a ACSP, o desembargador Carlos Eduardo Cauduro Padin, presidente do TRE-SP, falou sobre as dificuldades de reunir mais eleitores para a coleta das digitais em algumas regiões do estado.

Na ocasião, Alfredo Cotait, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), sugeriu a parceria ao desembargador e estendeu a possibilidade de levá-la a outras Associações do estado, por meio da Facesp. O acordo será formalizado no próximo dia 30/9, levando, portanto, a ação para outras cidades.

Marcel Solimeo, economista da ACSP, destacou a importância da parceria e diz que a entidade espera atingir o maior número possível de cadastros, devido ao grande fluxo de pedestres no entorno da entidade.

“Essa parceria com o TRE-SP nos permite oferecer mais um importante serviço à sociedade. Faz parte da nossa identidade e é nosso papel atender a população e contribuir para agilizar o trabalho público. Descentralizar é importante e essa sinergia representa um salto de qualidade no cadastro eleitoral”, afirmou.

A biometria é um método tecnológico que permite reconhecer, verificar e identificar uma pessoa por meio de suas impressões digitais, que são únicas.

A tecnologia foi implementada na Justiça Eleitoral com o objetivo de prevenir fraudes e tornar as eleições brasileiras ainda mais seguras, uma vez que a identificação biométrica torna inviável que um eleitor tente se passar por outro no momento da votação.

O cadastramento biométrico é obrigatório para o cidadão exercer o seu direito de voto. Quem não se cadastrar no prazo estipulado terá o título eleitoral cancelado e não poderá votar nas eleições seguintes.

Para realizar o cadastro, os eleitores devem comparecer ao Posto da Jucesp, na rua Boa Vista, 51, Centro - São Paulo, entre os dias 23 a 27/9 ou no dia 30/9, das 9h às 17h30.

É necessário apresentar um documento original com foto, como, por exemplo, a identidade (RG), Carteira de Trabalho, CREA, CRM e OAB. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) não será aceita por não conter a nacionalidade/naturalidade. Também é necessário trazer comprovante de endereço em nome do eleitor e o título eleitoral. O serviço é gratuito.

FOTO: Pixabay