Tecnologia

Antecipação de restituição de IR pelo celular cresce 120%


Operações por meio do aplicativo do Banco do Brasil representam 13% do volume total de empréstimos, que, até agora, soma R$ 408 milhões


  Por Estadão Conteúdo 24 de Julho de 2017 às 15:43

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O Banco do Brasil mais que dobrou os desembolsos da linha de antecipação de restituição de Imposto de Renda por meio do aplicativo do banco, que passaram a representar 13% do volume do total. 

Desde o início de março, quando a linha de antecipação de restituição de Imposto de Rende Pessoa Física foi reaberta, já foram contratadas 169 mil operações, num total de R$ 408 milhões (R$ 55 milhões com o aplicativo, crescimento de 120% em relação ao mesmo período do ano passado). 

A média é de R$ 2,4 mil por operação.

É possível antecipar até 100% do valor do crédito a ser restituído, limitado a R$ 20 mil, com taxas de juros a partir de 2,11% até 4,18% ao mês.

O pagamento é realizado somente na data do crédito da restituição ou no vencimento do contrato, que será no dia 15 de janeiro de 2018, o que ocorrer primeiro.

Na linha de antecipação de 13º salário, o crescimento é de 50%. Em 2017, mais de 660 mil clientes contrataram R$ 1,3 bilhão em antecipação de 13º salário, linha que o BB oferta, de forma ininterrupta, durante o ano todo, para clientes que recebem salário pelo BB.

O limite máximo é de R$ 20 mil por operação e as taxas variam de acordo com o perfil de relacionamento do cliente com o Banco e do convênio firmado com o empregador.

As linhas de antecipação são boas alternativas para amortizar dívidas com taxas de juros maiores sem impacto no orçamento mensal do cliente.

Em média, 65% dos clientes que contratam linhas de antecipação utilizam o crédito para quitar ou amortizar compromissos financeiros com taxas de juros maiores, a exemplo do cheque especial ou rotativo do cartão de crédito.

IMAGEM: Thinkstock