Tecnologia

A saudosa Super 8, de volta para o futuro


A Kodak prepara o lançamento de versão digital da câmera de filmar mais amada dos anos 1960 e 1970. Foi com ela que cineastas como Steven Spielberg iniciaram suas carreiras no cinema


  Por Ansa 08 de Janeiro de 2016 às 10:27

  | Informações fornecidas pela Agência Italiana de Notícias


Nem só de novidades é feita a International Consumer Electronics Show (CES), que acontece em Las Vegas, EUA.

Muitos produtos em exposição são reedições de objetos amados no passado. É o caso da câmera "Super 8", que ganhou uma repaginação digital.

A Kodak está elaborando uma sucessora para a câmera de filmar mais amada dos anos 1960 e 1970, com a qual cineastas como Quentin Tarantino, Christopher Nolan, Steven Spielberg e JJ Abrams iniciaram suas carreiras no cinema.

A empresa, que sofreu um grande golpe com o advento das câmeras digitais e tenta se reinventar desde então, apresentou na CES o protótipo da nova "Super 8", que deve chegar aos mercados em edição limitada ainda em 2016.

Em comunicado, a direção da Kodak disse ter "a ambição de colocar as câmaras 'Super 8' nas mãos de uma nova geração de cineastas, assim como responder às necessidades de diretores renomados, cineastas 'indie' e outros que apreciem a arte de fazer cinema".

A câmera que foi sucesso desde seu lançamento, no início dos anos 1960, especialmente por conta de sua portabilidade, sofreu com a chegada do videocassete e aos poucos foi descontinuada.

A versão digital deve ser vendida por entre US$ 400 e U$700, sendo que um modelo mais barato pode chegar às lojas no ano que vem.

IMAGEM: Divulgação/Filme Super 8, de Steven Spielberg