Tecnologia

A automação que faltava para sua loja


Conheça as tecnologias que foram apresentadas na Autocom, maior evento de automação comercial da América Latina


  Por Italo Rufino 06 de Abril de 2019 às 11:54

  | Repórter isrufino@dcomercio.com.br


Nada de protótipos ou soluções que somente são utilizadas por grandes empresas. A 21ª edição da Autocom, feira de reúne fabricantes e distribuidores de equipamentos e softwares de automação comercial, apresentou inovações que já estão acessíveis no mercado brasileiro, inclusive, para pequenas e médias.

O evento, que aconteceu entre os dias 2 e 4 de abril, em São Paulo, trouxe soluções em experiência do consumidor, gestão fiscal, meios de pagamento e integração omnichannel.

As tecnologias podem ser aplicadas em diversos segmentos do comércio, principalmente em supermercados, moda, pet shop, farmácia e alimentação.

LEIA MAIS:Ferramentas ajudam lojistas a comprar e vender melhor 

De acordo com Zenon Leite, presidente da Associação Brasileira de Automação para o Comércio (AFRAC), realizadora do evento em parceria com a Francal Feiras, a transformação digital no varejo está cada vez mais presente.

A estimativa é que até 25% do comércio utilize algum nivel de automatização nos próximos cinco anos. Em São Paulo, a taxa será de 35% – atualmente é de 15%.

Segundo o presidente da AFRAC, a automação ainda é vista, equivocadamente, como algo distante pelo pequeno e médio empresário

“Hoje, a tecnologia já está acessível à base da pirâmide dos negócios” diz Zenon. “A maioria das inovações são completamente adaptáveis às pmes que estão em busca de eficiência e competitividade.”

Por exemplo, conforme mostrado no vídeo abaixo, o projetor Epson Light Cine, que exibe estampas luminosas em camisetas e informações sobre produtos em vitrines, custa a partir de R$ 13.000,00. Já a impressora Epson Surecolor F2100, que imprime diretamente em tecido de algodão, sai por volta de R$ 80.000,00.

Ambos equipamentos necessitam de softwares e tecnologias de integração, a depender do tipo de uso, que fazem com que o valor final seja maior.

Em 2019, a expectativa de faturamento no setor de automação comercial é R$ 2,6 bilhões, com crescimento de 4,2%.
Já o varejo deve crescer 7,1%.

“Obviamente, isso depende da reforma previdência”, diz Leite. “Sem ela, o Brasil vai patinar, não teremos crescimento, os investimentos internacionais não virão e podemos voltar a recessão”.

Veja no vídeo abaixo um panorama da Autocom e as tecnologias disponíveis para os comerciantes: