Opinião

PT=festival de asneiras ou estorvo inútil


Agora, com a iminência de um impeachment legal, constitucional, mas acachapante, o partido revela de forma definitiva sua face do mal


  Por Paulo Saab 29 de Abril de 2016 às 08:05

  | Jornalista, Bacharel em Direito, professor universitário e escritor.


O PT, no período de mais de uma década em que ficou no poder, praticamente, destruiu o país. Sua economia, sua vida política, dividiu a sociedade, subverteu a ordem e valores.

De tão corrupto e incompetente, e, ainda, sem pudor ou decoro, cavou sua sepultura e quando o país reagiu à sua tentativa de domínio e imposição de um socialismo maroto, anacrônico, arrogante, ainda se acha por cima da carne seca.

Agora, com a iminência de um impeachment legal, constitucional, mas acachapante, o PT revela de forma definitiva sua face do mal.

Vejamos algumas das besteiras, bobagens, maldades, que o grupo lulopetista que comandou esse ataque de destruição (grande parte dele já preso. Os outros irão em breve, entre eles o chefão Lula) quer implementar, como se isso sim, não fosse golpe ou atentados de lesa-pátria.

Diz o PT que Dilma e ou Lula, depois dela impedida, sairão pelo país denunciando o “golpe”.  Da mesma maneira parecem pretender viajar pelo mundo para apresentarem-se como vítimas desse “golpe”.

Trata-se, certamente, de uma bobagem sem fundamento. Ou querem viajar apenas e precisam de desculpa. Aliás, é bom já informarem quem vai pagar as despesas das viagens.

O arsenal de vigarices contempla também a ameaça de não fazer nenhum tipo de transição ao vice Temer. Vão todos fugir pelos fundos?

Mas o PT sempre acha um jeito de fazer pior, ser mais maldoso. Espero que desminta e prove. Fala-se que estão sendo destruídos documentos e arquivos que são do governo e não do partido. Crime grave. Mais um.

Dentro dessa linha patética de visão petista, está à vontade, anunciada, de não deixar o Temer governar. Incendiar o país. Os ditos movimentos sociais, braços violentos do governo petista, como MST, MTST, CUT e outros, já estão promovendo atos criminosos nas ruas de muitas cidades do país.

Na era lulopetista prosperaram em recursos financeiros doados pelo Planalto para suas balburdias a favor do petismo e agora temem perder a boquinha.

Se os governos estaduais tiverem coragem de cumprir suas obrigações e também o federal, esses movimentos deverão ser todos enquadrados pelos crimes que cometem.

Obviamente podem se manifestar, mas não promovendo ilegalidades.

Entre as chamadas ideias de jerico que estão brotando das mentes petistas (tipo fazer book de fotos de primeira dama do turismo e nomear titia, entre outras) falam em transformar –como já fizeram com o Palácio do Planalto- o da Alvorada em “bunker” da resistência durante o período de julgamento pelo Senado, já estando afastada por 180 dias.

É de uma falta de simancol a toda prova.

E propor eleições gerais? Figura não prevista na Constituição (a antecipação) isto sim é golpe. Estão deixando o poder, por culpa e obra próprias. E querem disputar novamente, descumprindo os preceitos (cláusula pétreas) da Constituição.

A grande verdade é que Lula, o PT, seus dirigentes presos ou em vias de, somente pensaram, sempre, e ainda pensam neles próprios.

Nunca tiveram um projeto para o país, a não ser transformá-lo numa Venezuela para se perpetuarem no poder e enriquecer cada vez mais. A si próprios.

Tem mais, mas nesse momento, é ocioso ficar dando trela para tanta besteira. Choro de perdedor. Desespero de quem vai perder a boca livre que lambuzou todos eles de tanta marmelada.

E afundaram o país. Não satisfeitos, após serem apeados –legal e justamente- do poder, ainda querem seguir sendo o que são hoje para o país: um estorvo nocivo.

*******

As opiniões expressas em artigos são de exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem, necessariamente, com as do Diário do Comércio