Opinião

Nunca foi tão fácil


Imagine o mundo de 15 anos atrás passando por uma pandemia como essa sem telemedicina, sem iFood, sem diversas soluções de pagamento on-line, sem Whatsapp ou rede social


  Por Elton Monteiro  17 de Abril de 2020 às 08:04

  | Vice-presidente da Facesp


Você deve estar se perguntando, o que esse maluco está dizendo? Pois é, acredite ou não, considerando a história da humanidade vivemos um tempo privilegiado. O mundo nunca foi tão próspero e tão capaz de sobreviver a uma crise como essa.

Veja, não quero minimizar o momento, mas trazer um contexto histórico sobre como nossa vida tem ficado cada vez mais fácil e melhor, mesmo quando enfrentamos um grande desafio.

Antes de continuar, gostaria de indicar duas literaturas que podem te ajudar a compreender o que estou dizendo além deste breve texto, são elas:

Factfulness, de Hans Rosling, é um livro que destrói mitos apresentando fatos e estatísticas de forma clara e divertida. Altamente recomendado por Bill Gates, que com perguntas simples, como: 'Que porcentagem da população mundial vive na pobreza?'; 'Qual é o número de crianças vacinadas no mundo hoje?'; 'Quantas meninas terminam a escola?', demonstra como, sistematicamente, nós temos percepções erradas sobre os rumos da nossa existência.

Abundância, de Peter H. Diamandis e Steven Kotler, é um livro que demonstra como o mundo vem evoluindo rapidamente nos últimos séculos e o futuro é melhor do que você imagina e, como as áreas de inteligência artificial, robótica, manufatura digital, nanomateriais, biologia sintética e muitas outras tecnologias de crescimento exponencial, permitirão que tenhamos, nas próximas duas décadas, ganhos maiores que os dos dois últimos séculos.

Pois, bem, vamos aos fatos que sustentam o título desse texto:

Abundância de informação: apesar de muitas vezes nos sentirmos perdidos quanto à quantidade de informações e, consequentemente, fake news, nunca tivemos acesso tão rápido a tudo que acontece no mundo. Isso é bom! A troca de experiências bem sucedidas e os estudos estatísticos são essenciais no combate a este vírus, uma vez que sua principal arma é sua capacidade extrema e exponencial de contágio.

Tecnologia de comunicação e trabalho: videochamadas, sistemas na nuvem, conferências virtuais estão sendo usadas amplamente nessa crise. Apesar dessas tecnologias existirem e serem usadas há algum tempo no meio corporativo, nunca haviam sido adotadas em uma escala como essa. Acompanhei empresas que migraram 100% das operações com mais de 2 mil colaboradores para home office em apenas duas semanas, inacreditável em tempos de paz.

Vendas, pagamentos on-line e delivery: grande parte dos restaurantes já vinham operando com os marketplaces de delivery, assim como muitos varejistas e prestadores de serviços tinham sua estratégia de vendas on-line. Quem ainda não estava nesse mundo, teve que se mexer rapidamente, mas nunca foi tão fácil: conheço um salão de beleza que, sem investir nada, criou uma loja virtual grátis e está vendendo pacotes antecipados com desconto.

Esses são alguns exemplos, se olharmos pelo viés econômico, a pobreza no mundo nunca foi tão baixa. Do ponto de vista da tecnologia, imagine o mundo de 15 anos atrás, passando por uma pandemia como essa, sem telemedicina, sem iFood, sem diversas soluções de pagamento online, sem Whatsapp ou rede social…o estrago econômico, psicológico e para saúde seria muito, muito maior.

Portanto, nunca foi tão fácil, com certeza!

FOTO: Thinkstock