Opinião

Devemos sempre combater a corrupção


Cada cidadão brasileiro deve estar atento e comunicar ao Ministério Público tudo que chegar ao seu conhecimento sobre corrupção e, de sua parte, fugir de jeitinhos e malandragens


  Por Paulo Saab 27 de Julho de 2015 às 11:51

  | Jornalista, Bacharel em Direito, professor universitário e escritor.


Vou relembrar meus leitores do que já escrevi a respeito, por entender que se trata de tema recorrente e agora, mais do que nunca, urgente.

Na carta que escreveu ao rei de Portugal ,em abril de 1500,anunciando a descoberta do Brasil, Pero Vaz de Caminha, segundo algumas interpretações, pediu emprego ao seu genro em Portugal. Surgiu daí, inclusive, a famosa designação “pistolão”, originada da palavra “epístola”, ou carta.

Seria isso já uma espécie de corrupção?

Em dezembro de 1627, Frei Vicente de Salvador, conforme registro no livro “1500, A Grande Viagem”, escrevia sobre o Brasil: ”donde nasce também que nesta terra nenhum home é republico, nem zela ou trata do bem comum, senão cada um do bem particular...”.

A corrupção é inerente ao ser humano e existe desde o seu surgimento sobre a face do planeta.

A única forma de impedir que alcance níveis intoleráveis, como acontece no Brasil atual, é combatendo-a com rigor, através de leis, atitudes e punições que possam inibir sua presença em tons anormais.

É difundindo sua existência e mostrando aos cidadãos de bem o mal ela causa em todas as suas ramificações, como o desvio de dinheiro público, o favorecimento político, fraudes, o nepotismo, o uso ilegal, enfim, todas as suas formas.

Tenho por meio desta coluna, nos últimos anos, junto com os leitores interessados em combater o grau de sem-vergonhice que alcançou a vida pública do país, e suas ramificações podres na iniciativa privada, buscado uma forma de minimizar essa situação.

Em face do grau de corrupção que alcançou o país na era Lula/Dilma, nunca antes visto neste país, é preciso que todos ajudem a difundir sua existência, contribua com informações de que possa dispor e siga participando desta jornada de busca de medidas efetivas que auxiliem para, ao menos, coibir a corrupção desenfreada que assola o país e punir seus responsáveis.

Pego de surpresa e dentro da arrogância natural do petismo, encurralados pela brutalidade da corrupção que corrói o país dentro dos organismos de governo, reagem a seu modo, agredindo, criando cortinas de fumaça, tentando desacreditar quem os revela com a mão no tesouro público e fazem ameaças de todo lado.

O honesto cidadão brasileiro que a tudo assiste incrédulo e a tudo paga com os escorchantes impostos, taxas, tarifas, multas, que lhe são aplicados, deve estar alerta.

Não dá mais acreditar nas propagandas chapa branca. E vem aí uma nova onda de publicidade oficial paga com dinheiro público, para tentar melhorar a imagem desastrosa atual de Dilma e do PT no comando do país.

Cada cidadão brasileiro deve estar atento e comunicar ao Ministério Público tudo que chegar ao seu conhecimento sobre corrupção e, de sua parte, fugir de jeitinhos e malandragens, sem olhar para trás.

Ninguém aguenta mais tanta bandalheira, inflação de volta, desemprego em alta, custo de vida ladeira abaixo, ou melhor, acima, e sem providências efetivas além de discursos e propagandas falsas. Até o ajuste fiscal é fajuto. O governo aumenta impostos em vez de cortar despesas.

É dever de cada um de nós combater a corrupção. Cada um a seu modo, do jeito que for possível. Uma das formas é nas urnas (se não forem fraudulentas, como se propaga por aí) nos próximos pleitos.