Negócios

Vendas no varejo paulistano crescem 6,6% em outubro


A alta foi puxada por bens duráveis, que costumam ser de maior valor. A redução dos juros estaria ajudando a impulsionar esse tipo de venda, segundo Alencar Burti, presidente da ACSP


  Por Redação DC 01 de Novembro de 2017 às 18:01

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O movimento de vendas do comércio varejista paulistano cresceu uma média de 6,6% em outubro, sendo 10% nas vendas a prazo e 3,2% nas comercializações à vista. Os dados são do Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

De acordo com Alencar Burti, presidente da ACSP, os números surpreendem e são gerados, em grande parte, pela base fraca do ano passado. Ainda na avaliação dele, o crescimento de outubro reforça a tendência observada no Índice Nacional de Confiança ACSP/Ipsos de que as vendas deste fim de ano terão significativa melhora. 

“A surpresa do crescimento nos bens duráveis em outubro pode indicar que o Natal, de fato, não será apenas das lembrancinhas, como em 2016 e 2015. Vamos ter vendas consideráveis de itens de maior valor. Só não dá para dizer ainda se em novembro, na Black Friday, ou em dezembro”, diz Burti, que também é presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

A alta maior nas vendas a prazo observada em outubro pode ser explicada como resultado da queda dos juros (influenciada pela desinflação), pelo alongamento dos prazos e pela retomada do emprego e da massa salarial.

“Já as vendas à vista são explicadas pelo Dia das Crianças, que é muito concentrado em itens de menor valor, e vale destacar que esse crescimento de 3,2% segue o comportamento da massa salarial”, diz Burti.

VARIAÇÃO MENSAL

Na comparação com setembro, o varejo paulistano registrou alta média de 12,2% no movimento de vendas (11,8% a prazo e 12,5% à vista).

Embora expressivos, os números estão dentro do observado nos últimos três anos e podem ser justificados, basicamente, pelo fato de setembro não ter nenhuma data comercial, ao contrário de outubro.

O Balanço de Vendas é elaborado pelo Instituto de Economia da ACSP com base em amostra da Boa Vista Serviços.