Negócios

Vendas no varejo paulistano crescem 6,1% em maio


É o que revela o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Resultado é só aparentemente animador, pois se deve ao efeito-calendário


  Por Redação DC 04 de Junho de 2019 às 09:01

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O movimento de vendas do varejo paulistano cresceu em média 6,1% em maio na comparação com o mesmo mês do ano passado, informa o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

As transações a prazo aumentaram 6,7%, enquanto as comercializações à vista avançaram 5,4%.

“O resultado parece animador, mas é circunstancial em função do efeito-calendário (um dia útil a mais em maio de 2019) e da greve dos caminhoneiros em maio do ano passado, que criou uma base de comparação fraca”, afirma Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Ainda segundo o Balanço da ACSP, de janeiro a maio de 2019 o movimento de vendas do comércio paulistano avançou 2,6%.

“Esse dado dos cinco primeiros meses do ano acompanha a evolução da massa salarial e a cautela do consumidor, que aguarda alguma recuperação do emprego para, então, voltar a comprar”, afirma Solimeo.

A modalidade a prazo (1,2%) obteve pior desempenho ante o sistema à vista (4%); o primeiro reflete o receio do consumidor de se comprometer com dívidas, ao passo que o segundo envolve produtos mais básicos e necessários para o dia a dia.

O Balanço de Vendas é elaborado pelo Instituto de Economia da ACSP com base em amostra da Boa Vista SCPC.