Negócios

Vendas no varejo caem 4,7% em 2015, segundo MasterCard


Pesquisa da empresa de meios de pagamento mostra que houve retração no comércio de todas as regiões do Brasil em dezembro


  Por Estadão Conteúdo 13 de Janeiro de 2016 às 16:20

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


As vendas no comércio varejista brasileiro tiveram queda de 4,7% em 2015, o que representa o pior desempenho da série histórica iniciada em 2008, de acordo com o relatório MasterCard SpendingPulse.

Em dezembro, o indicador apresentou retração acelerada, com queda de 9,4% em comparação ao mesmo mês de 2014.

Dos sete setores considerados na pesquisa, quatro tiveram desempenho acima do índice cheio em dezembro: supermercados, materiais de construção, artigos farmacêuticos e artigos domésticos/pessoais.

Por outro lado, os segmentos de roupas, móveis/eletrônicos e combustíveis ficaram abaixo da média geral.

Na semana que antecedeu o Natal, o varejo total observou queda de 9,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, demonstrando que nem mesmo a época de festas conseguiu impulsionar gastos adicionais. 

"A economia do Brasil em 2016 ainda enfrenta enormes desafios. O aumento da taxa de desemprego e, consequentemente, a deterioração da massa salarial, em conjunto com os baixos níveis de confiança dos consumidores, colaboram para piorar o ambiente para o varejo", afirma Kamalesh Rao, diretor de pesquisa econômica na MasterCard Advisors.

QUEDA EM TODAS AS REGIÕES

Na divisão geográfica houve queda em todas as regiões em dezembro. A retração mais acentuada foi registrada no Sul (-13,3%), seguido do Centro-Oeste (-12,7%), Norte (-10,9%), Nordeste (-8,5%) e Sudeste (-8,4%).

Em 2015, a região com pior desempenho foi o Sul, com queda de 5,6%, Sudeste (-5,1%), Centro-Oeste (-5%), Norte (-4,9%) e Nordeste (-0,6%) na sequência.

Enquanto isso, as vendas online tiveram crescimento anual de 3,0% em dezembro. A média do quarto trimestre ficou em 8%, ante 11,8% no terceiro. No resultado fechado de 2015, o e-commerce cresceu 9,7%.

O SpendingPulse é um indicador macroeconômico que informa sobre gastos no varejo nacional e o desempenho do consumo.

O relatório é baseado nas atividades de vendas na rede de pagamentos MasterCard, juntamente com as estimativas para todas as outras formas de pagamento, incluindo dinheiro e cheque. 

FOTO: Thinkstock






Publicidade






Publicidade









Publicidade