Negócios

Vendas de materiais de construção recuam 2,7% em julho


No acumulado dos primeiros sete meses deste ano, o setor registrou queda de 6,2% nas vendas ante igual período do ano anterior


  Por Estadão Conteúdo 16 de Agosto de 2017 às 16:10

  | Agência de notícias do Grupo Estado


As vendas da indústria de materiais de construção  no País em julho caíram 2,7% em relação ao mesmo mês do ano passado, mas subiram 3,7% ante junho deste ano. Os dados fazem parte de levantamento divulgado nesta quarta-feira, 16/08, pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat).

No acumulado dos primeiros sete meses deste ano, o setor registrou queda de 6,2% nas vendas  ante os mesmos meses do ano anterior. Já no acumulado dos últimos 12 meses encerrados em julho de 2017, o recuo atingiu 8,0% ante os mesmos meses encerrados em julho de 2016.

Em nota, a Abramat avaliou que o desemprego e as incertezas no plano político, associados às dificuldades de crédito e juros de mercado ainda altos, vêm postergando decisões de investimento e de consumo pelas famílias.

Além disso, a demanda de construtoras têm apresentado forte queda, com menos obras em andamento no mercado imobiliário e no setor de infraestrutura. A expectativa da associação é de encerrar 2017 com queda de 5,0% ante 2016.

A retração nas vendas da indústria  também provocou a queda nos empregos no setor. A quantidade de pessoas empregadas na indústria de materiais de construção baixou 5,4% no mês de julho na comparação com o mesmo mês do ano passado e recuou 0,2% na comparação com junho deste ano. No acumulado do ano e nos últimos 12 meses, as vagas no setor diminuíram 6,4% e 6,9%, respectivamente.