Negócios

Varejo tem primeiro janeiro positivo desde 2014


De acordo com a ACSP, houve melhora no desempenho de vestuários, calçados e adereços, provocada pela elevação das temperaturas


  Por Redação DC 02 de Fevereiro de 2018 às 11:32

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O movimento de vendas no varejo da capital paulista cresceu em média 4,7% em janeiro na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Foi o nono mês seguido de alta e o primeiro janeiro no azul desde 2014.A média foi registrada a partir das altas de 6,8% nas vendas a prazo e de 2,5% nas comercializações à vista.

“O resultado é animador e ajuda a recuperar a perda de janeiro de 2017, quando o movimento caiu 5%. Percebemos uma melhora no desempenho de vestuários, calçados e adereços, provocada pela elevação das temperaturas”, afirma Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Para ele, a tendência para os próximos meses é de crescimentos similares ao de janeiro.

“Mas é preciso destacar que a perspectiva para 2018, embora seja de alta, não será uma corrida de 100 metros rasos e, sim, uma corrida de obstáculos. Fatores como a votação da reforma previdenciária, possíveis alterações na política econômica norte-americana e a corrida eleitoral poderão impactar o humor dos mercados, o câmbio e os juros futuros, dependendo do que aconteça. E isso pode ter reflexos nas vendas, principalmente a prazo”, afirma Solimeo.  

Variação mensal

Em comparação com dezembro, as vendas do comércio varejista paulistano caíram em média 37,2% em janeiro. Trata-se de um resultado sazonal, pois dezembro é o mês mais forte do varejo, e a queda está dentro da média dos últimos três anos.