Negócios

Varejo segue com nível dos estoques longe do ideal em agosto


Pesquisa da FecomercioSP mostra que 32,4% dos comerciantes estão com mercadorias encalhadas


  Por Agência Brasil 22 de Agosto de 2017 às 16:26

  | Agência de notícias da Empresa Brasileira de Comunicação.


O Índice de Estoques (IE) do comércio varejista na região metropolitana de São Paulo registrou ligeira alta de 1,2% em agosto, passando de 105,8 pontos para 107,1 pontos.

Os dados, divulgados nesta terça-feira (22/08), são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), e mostram a percepção dos comerciantes sobre o volume de mercadorias estocadas nas lojas.

A pontuação varia de zero (inadequação total) a 200 pontos (adequação total).

Em relação a mesmo mês de 2016, houve um aumento de 5,4% na pontuação. No entanto, a proporção de empresários com estoques classificados como adequados em agosto de 2017 alcançou 53,5%, ainda abaixo dos 60% a 65%, valores normalmente registrados em momentos de boas vendas.
 
“Os indicadores de estoques, de forma geral, continuam melhores do que no passado recente, mas aquém do desejável de uma economia em sua plenitude”, disse a Fecomercio, em nota.

A parcela de empresários que afirma estar com estoques acima do adequado apresentou pouca variação, de -0,3 ponto porcentual, na comparação com julho, atingindo 32,4%.

Já os que disseram estar com o nível de mercadorias abaixo do ideal ficou estável, em 13,9%.

IMAGEM: Thinkstock