Negócios

Varejo da cidade de São Paulo segue em ritmo fraco


O Dia das Crianças não ajudou as vendas da primeira quinzena de outubro, que recuaram quase 7% na comparação com igual período de 2015.


  Por Redação DC 18 de Outubro de 2016 às 17:51

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


As vendas do varejo da capital paulista caíram, em média, 6,9% na primeira quinzena de outubro frente ao mesmo período do ano passado. Separadamente, os recuos nas comercializações a prazo e à vista foram de 5,1% e de 8,7%, respectivamente. 

As informações são do Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

O resultado confirma que neste ano o Dia das Crianças foi pior do que se esperava. Por outro lado, o desempenho dessa primeira quinzena de outubro é melhor do que o do período acumulado do ano (janeiro a setembro), quando a retração média foi de 9,9% frente ao mesmo período de 2015.

“As quedas têm sido cada vez menores, mas é importante ressaltar que ainda não resultam de melhorias concretas do cenário macroeconômico: elas acontecem basicamente porque, em 2015, já haviam sido muito fortes”, diz Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp). 

Segundo ele, é natural que as quedas sejam menores com o passar do tempo, um movimento gradativo que deve se prolongar até o Natal.   

Em 2015, as vendas da primeira quinzena de outubro caíram em média 12,95% sobre igual período de 2014; as retrações foram de 11,6% (a prazo) e de 14,3% (à vista). 

Em relação à primeira quinzena de setembro, houve um crescimento médio de 16,7% nas vendas do varejo paulistano - puxado pelo Dia das Crianças -, sendo que o comércio a prazo subiu 8,6% e as vendas à vista aumentaram 24,7%, beneficiadas pelos brinquedos, roupas infantis e itens de maquiagem e beleza, que são artigos de menor valor.

O Balanço de Vendas da ACSP é elaborado quinzenalmente com base em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços. 

 

IMAGEM: Thinkstock

 






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade