Negócios

Um prêmio à gestão inovadora


Premiação do Sebrae destacou o trabalho de dez micro e pequenas empresas que tiram proveito das boas práticas de gestão para driblar a crise.


  Por Redação DC 13 de Abril de 2016 às 20:32

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Empresas de micro e pequeno porte que se destacaram por suas gestões inovadoras receberam, nesta quarta-feira (13/04), o prêmio MPE Brasil 2015. A disputa envolveu 65,7 mil companhias e, ao final, dez foram consagradas. As vencedoras terão direito a uma missão técnica no Brasil.

Na categoria comércio a ganhadora foi a Brasil Cowboy, de Campo Grande (MS). Em atividade desde 2009, essa empresa vem ganhado mercado com vendas de botas, roupas e acessórios inspirados no universo country e  sertanejo. Nos últimos sete anos acumulou crescimento de 30%.

Na avaliação do Sebrae, entidade idealizadora da premiação juntamente com o Movimento Brasil Competitivo (MBC) e a Gerdau, a Brasil Cowboy foi uma das escolhidas pela sua gestão diferenciada. A empresa, que opera totalmente no e-commerce, usa modernos recursos de governança, como ferramentas de apoio ao marketing e ao gerenciamento da loja.

ALMIR DOS SANTOS FERREIRA, DA BRASIL COWBOY, RECEBE PRÊMIO DE AFIF, PRESIDENTE DO SEBRAE. SUA EMPRESA VENCEU NA CATEGORIA COMÉRCIO

Ela faz uso do Balanced Scorecard (BSC), uma das mais conhecidas metodologias de avaliação de desempenho. Por meio de softwares específicos, os gestores conseguem acompanhar os indicadores de andamento da loja em tempo real. 

A inovação é outro ponto de destaque dessa companhia. Ela não atua como um varejo tradicional. Em 2015, lançou produtos exclusivos e de marca própria. Atualmente, a empresa possui uma marca registrada e outras sete em processo junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). 

Para o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, as inovações das empresas ganhadoras mostram a força do Brasil real, apesar da burocracia. 

“Nós temos que trabalhar muito pesado no ambiente de negócios. Não adianta trabalharmos dento da empresa a qualidade da gestão se o ambiente externo é hostil, e se é hostil por causa da burocracia. Precisamos melhorar o ambiente de políticas públicas”, disse Afif.

Para o presidente do Conselho Superior do MBC, Jorge Gerdau, o empresário brasileiro mostra uma grande capacidade adaptativa. “Essa capacidade de ajuste aos momentos de crise é extremamente importante. Nós, empresários, temos a grande missão que é a construção de um país melhor, olhando as necessidades da melhoria de competitividade como um todo”, disse. 

A premiação foi dada em oito categorias e dois destaques (veja quadro). Para chegar à fase final, cada candidata teve a qualidade da gestão e a capacidade inovadora avaliadas de forma criteriosa. Além da cerimônia de premiação, os empresários participaram de uma sessão de negócios durante a tarde desta quarta-feira.

 

*com Agência Sebrae

IMAGEM: Divulgação/Sebrae