Negócios

Soneda, a perfumaria que não quer ser tradicional


Megaloja inaugurada recentemente, na avenida Paulista, é revestida com paredes de vidro que permitem que os pedestres vejam os serviços de beleza que são oferecidos no local


  Por Mariana Missiaggia 22 de Julho de 2021 às 07:00

  | Repórter mserrain@dcomercio.com.br


Ocupando espaço semelhante ao de grandes redes, como Renner e Centauro, a perfumaria Soneda chegou a um dos endereços mais cobiçados de São Paulo: a avenida Paulista.

A inauguração que aconteceu há pouco mais de um mês materializa um sonho de Minoru Kamachi, diretor da Soneda Perfumaria. Há quase uma década visitando lojas e participando de feiras de varejo nos Estados Unidos, o executivo queria ver em seu negócio as tendências e inspirações que o encantou mundo afora.

A ideia do executivo era construir uma loja em que o consumidor tivesse vontade de estar, mesmo sem uma lista de compras em mãos. E que atraísse o olhar de quem a avistasse caminhando pela rua - um espaço que realmente desse vontade de visitar.

Com visual de megaloja em uma área de 600 metros quadrados na rua Augusta, o espaço conta com 12 mil produtos e 50 funcionários para receber diariamente até 2 mil pessoas. 

Nessa nova loja, que se une às outras 31 da rede, há o que Minoru chama de torres de experiência. Trata-se de uma área dedicada a 11 grandes marcas, divididas numa espécie de ilhas especiais. Nesses locais, o público poderá ver os lançamentos, experimentá-los, receber curadorias e fazer suas compras.

O Soneda Studio - salão de beleza da loja - funciona em meio a paredes de vidro, lembrando um aquário, de forma que clientes e pedestres possam ver e conhecer os serviços de cabelo, maquiagem e design de sobrancelhas do local a partir de produtos adquiridos na loja.

Pensada para dar liberdade ao cliente numa jornada de autosserviço, os consumidores podem escolher fazer compras com cestas pretas, que indicam que eles não precisam de ajuda de atendentes, ou roxas, para quem quer ser auxiliado.

Dessa forma, quem prefere explorar o ambiente sozinho, não pode reclamar de excessos, e quem está aberto às dicas, não vai embora por falta de atendimento.

No subsolo, há espaço para um estacionamento privativo para clientes, que pode ser transformado sazonalmente para outros eventos. Uma segunda parte da loja será concluída neste semestre - um rooftop, que terá um espaço de bem-estar, saúde, beleza e uma cafeteria.

Há ainda a Soneda Drugstore, uma área em que são comercializados especialmente produtos da categoria de dermocosméticos e outros não farmacêuticos.

Outro ponto curioso da megaloja é o chamado estacionamento para maridos e filhos que estão acompanhando suas esposas e mães, enquanto fazem compras. Numa espécie de lounge, o espaço é confortável, tem wi-fi, televisão com desenhos e programação esportiva para que as mulheres não sejam interrompidas enquanto exploram o estabelecimento.

"Pensamos em um ambiente para toda a família e para todos os gêneros, pois a Paulista reúne uma pluralidade de pessoas”, diz Minoru.

TRAJETÓRIA DA SONEDA 

Apesar de tanta novidade dentro da loja, o universo de perfumarias não é exatamente uma novidade para Minoru.

Ao lado de um irmão e dois primos, o empresário geriu por mais de duas décadas 16 unidades da Sumirê, rede de perfumaria paulistana que existe há quase 30 anos e tem mais de 80 lojas.

Já há algum tempo com um modelo de gestão diferenciado do que era praticado pelo restante do núcleo familiar, o quarteto decidiu seguir um novo caminho quando adquiriu outra rede de lojas de cosméticos, a Perfumaria 2000.

Como sócios, assumiram no total 26 lojas (as 16 que comandavam como Sumirê e as outras dez da Perfumaria 2000) e lançaram a própria marca, a Soneda, ao lado de outros familiares. Todas as unidades foram reformadas para exibirem a nova marca e reinauguradas, em 2018. Hoje, 15 sobrinhos também trabalham no negócio que emprega 800 funcionários.

Soneda é uma homenagem aos antepassados de Minoru. Trata-se do bairro japonês, onde o avô do empresário viveu antes de vir ao Brasil.

Minoru diz ter herdado da cultura japonesa muitas das características presentes no negócio. Uma delas é repetida diariamente por todos os funcionários em todas as lojas - um momento de oração, fé e gratidão, que segundo o empresário ajuda a reforçar os valores da marca.

"Não queremos construir um castelo de areia. Valores são importantes, desde que praticados. Nosso sonho era deixar a informalidade, comprar com nota, e nossa conquista mais recente é oferecer a todos os nossos colaboradores um vale-alimentação", diz. "Isso representa muito para nós e é motivo diário de agradecimento".

Em ritmo de expansão, a Soneda tem 32 lojas distribuídas por 15 cidades: São Paulo, Atibaia, Amparo, Rio Claro, São Bernardo do Campo, Santo André, Diadema, Mauá, Guarulhos, Ferraz de Vasconcelos, Mairiporã, Caieiras, Franco da Rocha, Santos e Guarujá.

Desde junho de 2020, a empresa mantém um canal de e-commerce, que atualmente representa 3% das vendas.

 

IMAGEM: Divulgação





Publicidade





Publicidade









Publicidade