Negócios

Sebrae e grandes empresas vão apoiar MPEs durante a crise


De linhas de crédito e capacitação até inclusão em marketplaces, mais de 20 grandes empresas integram a iniciativa que tem como objetivo promover a inserção digital dos pequenos negócios


  Por Agência Sebrae 23 de Abril de 2020 às 15:47

  | Informações do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena empresa


O Sebrae está liderando um movimento (#compredobairro), junto a executivos de algumas das principais empresas nacionais – Magalu, Stone, Embelleze, O Boticário, Malwee, Ambev -, que tem por objetivo incentivar a população brasileira a priorizar as compras nos pequenos negócios de bairro. Veja o site do movimento.

Complementarmente, a instituição tem trabalhado também para orientar e capacitar as pequenas empresas para enfrentarem esse momento de crise provocado pela pandemia do novo coronavírus. A ideia é estimular os empreendedores a impulsionarem a digitalização de seus negócios e a adesão ao comércio eletrônico.

“Vivemos um momento delicado, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. É hora de darmos as mãos e buscarmos todas as parcerias possíveis para auxiliar as empresas que mais geram emprego no país a atravessarem este período”, destaca o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Nesse contexto, foi firmada uma parceria entre o Mercado Azul, vitrine digital de negócios desenvolvida pelo Sebrae, e a Cielo. Por meio da parceria, os donos de micro e pequenas empresas poderão utilizar a solução de pagamento digital Super Link Cielo (que permite ao empresário concluir a venda com o pagamento via WhatsApp), integrando à plataforma a Loggi, para efetuar a entrega dos produtos.

Além disso, a parceria com a Cielo prevê o investimento de R$ 5 bilhões para apoio financeiro aos pequenos e médios negócios, com destaque para duas iniciativas: o Receba Rápido, que permite a antecipação de recebíveis em até 2 dias para MPE, e o Receba Mais, que será uma linha de crédito adicional com empréstimos para clientes pré-aprovados.

A empresa Visa (de cartões de crédito) se uniu à parceria Sebrae-Cielo, com o objetivo de atrair compradores para a página do Mercado Azul, por meio da sua base de clientes e de sua página Vai de Visa.

A Visa divulgará o Mercado Azul trazendo compradores, enquanto a Cielo focará em trazer mais vendedores. O objetivo é trazer para o mundo digital aquele pequeno negócio que ainda não estava, e conseguir inseri-lo cada vez mais no mercado digital.

Em outra frente, o Sebrae também firmou parceria com a Magazine Luíza para promover a migração dos pequenos negócios para o ambiente digital (comércio eletrônico), com a utilização de plataformas digitais de marketplace da empresa de varejo.

O foco é proporcionar novos canais de vendas, incluindo redes sociais, novos clientes, logística de entrega, ferramenta de faturamento e ferramenta de análise de dados (analytics) em tempo real, mediante a conjugação de esforços, competências e conhecimentos técnicos do Sebrae e do Magazine.  

Confira ainda outras parcerias do Sebrae para ajudar as MPEs a enfrentarem a crise:

B2W

Negociação com a B2W para adesão das plataformas de marketplace (Americanas, Submarino, Shoptime, B2W Marketplace) à campanha do “Compre do Pequeno”.

FACEBOOK

Parceria para disseminar conteúdos e cursos sobre como melhor aproveitar as ferramentas do Facebook/ Instagram/ Whatsapp para mitigar os efeitos da crise.

MERCADO LIVRE

Produção de lives conjuntas e compartilhamento de conteúdos sobre marketplaces. Adesão à campanha “Compredo Pequeno”. Em breve, a empresa anunciará um pacote de benefícios para os pequenos negócios.

EPI Match

Parceria para levantamento de oferta no âmbito da plataforma EPI Match, que está sendo construída pela Microsoft, Senai, ABDI, Sebrae, ABVTEX, ABIT e outros parceiros da área privada.

O Sebrae, a ABVTEX e a Animaseg serão responsáveis por mapear as possíveis ofertas de indústrias têxteis e confecções para povoar a plataforma, que receberá demandas de EPIs de todo o Brasil.

MARTINS

Articulação com o Grupo Martins para compartilhamento do portal do Sebrae como canal de informações para os pequenos negócios da cadeia. Disseminação dos conteúdos produzidos pela Universidade Martins do Varejo (UMV) e seus parceiros para clientes do Sebrae.

Além disso, também está em negociação a possibilidade de disponibilizar a plataforma Flix do Varejo, sem custo aos pequenos negócios dos segmentos mais impactados pela pandemia. Inicialmente serão 15 mil acessos vinculados ao portal Sebrae.

RENNER

Parceria disponibilizará R$ 1,5 milhão a cerca de 220 pequenos negócios da cadeia produtiva da varejista, em seis estados. A Renner fará o aporte do recurso, e o Sebrae disponibilizará plano de consultoria financeira gratuita para uso consciente desse subsídio.

Serão 12h horas de consultoria, por 3 meses, nos temas gestão financeira e fluxo de caixa, acesso a crédito e financiamento e implementação de medidas de governos no negócio.

CORREIOS

Colaboração para atender à demanda da estatal de 70 mil máscaras de tecido.

Sistema Sebrae elencou, a partir de curadoria, cerca de 127 pequenos negócios atendidos no segmento de moda, em menos de uma semana. Participaram das cotações 80 pequenos negócios de 11 estados. A compra direta (pelo estado de calamidade) das máscaras de tecido foi fechada, no valor estimado de R$ 175 mil.

MALWEE

Compartilhamento do portal do Sebrae como canal de informações para os pequenos negócios da cadeia; disponibilização de cursos; articulação para o movimento #COMPREDOBAIRRO; construção de alternativas para minimizar o impacto das contratações no fluxo de caixa tanto dos fornecedores (antecipação e/ou redução do prazo de pagamento) quanto dos clientes (postergação de cobranças, por exemplo), acesso a crédito.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FRANCHISING (ABF)

Foco na produção de conteúdos voltados ao enfrentamento da crise: inteligência e suporte técnico apequenos franqueados, franqueadores e micro franquias.

GS1 (ASSOCIAÇAO BRASILEIRA DE AUTOMAÇÃO)

Compartilhamento de conteúdos; adesão da GS1 ao Movimento Compre do Pequeno.

GERDAU

Compartilhamento do portal do Sebrae como canal de informações para os pequenos negócios da cadeia produtiva do aço. Disponibilização de cursos e outros conteúdos de formação e qualificação nos temas mais relevantes no momento.

DELL

Compartilhamento de informações via portal do Sebrae para os pequenos negócios integrados à DELL. Compartilhamento de dados sobre os impactos da crise nas micro e pequenas empresas do segmento.

JEEP/ HERING/ INTERCEMENT/ VOTORANTIM/ AURORA/ SCHENEIDER ELETRIC

Compartilhamento do portal do Sebrae como canal de informações para os pequenos negócios da cadeia. Disponibilização de cursos e conteúdos.

FOTO: Thinkstock