Negócios

Quinta Avenida é a rua mais cara do mundo para compras


Conheça a lista das dez cidades com os preços de produtos mais elevados


  Por Ansa 07 de Fevereiro de 2018 às 08:02

  | Informações fornecidas pela Agência Italiana de Notícias


Em ranking divulgado anualmente pela companhia norte-americana de corretores e consultores de imóveis Cushman & Wakefield apontou que a Quinta Avenida, em Nova York, Estados Unidos, é a rua mais cara do mundo para se fazer compras.

A classificação inclui 451 vias de comércio de 68 países e leva em conta o valor do aluguel anual por metro quadrado.

A Quinta Avenida é a rua mais famosa da cidade, além de ser cenário de diversos filmes norte-americanos. O aluguel ali chega a mais de 28 mil euros anuais por metro quadrado.

Em segundo lugar está a Causeway Bay, em Hong Kong, com aluguel de espaços comerciais por 25 mil euros por ano por metro quadrado. A via conta com lojas de marcas como Prada e Apple, além de unidades das redes varejistas H&M e Forever 21.

A terceira posição da lista é ocupada pela New Bond Street, em Londres, Reino Unido. Na via, o valor de locação por metro quadrado é de 16,2 mil euros por ano. Além de lojas famosas mundialmente, ela abriga também casas de leilão como Sotheby's e Bonhams.

LEIA MAIS: As novidades tecnológicas que vão mudar a cara do varejo

Milão, capital italiana da moda, aparece em quarto lugar, com a via Monte Napoleone (13 mil euros por ano), conhecida por suas lojas de roupas, joias e sapatos, incluindo alguns dos mais renomados fabricantes de calçados do país.

A quinta colocação ficou com a Champs-Élysées, em Paris, na França. Quem deseja alugar um estabelecimento na avenida deve pagar pouco mais de 13 mil euros anuais por metro quadrado. O nome da via é uma homenagem ao paraíso dos mortos da mitologia grega

Na sexta posição está Ginza, em Tóquio, Japão (11,3 mil euros anuais). O nome da rua significa "local prateado", pois ali ficava a antiga casa da moeda do país.

A sétima posição é da Pitt Street Mall, em Sydney, na Austrália (9,5 mil euros anuais), um grande shopping ao ar livre.

Na sequência aparecem o centro comercial de Myeong-dong, em Seul, na Coreia do Sul (8,5 mil euros anuais), e a Bahnhofstrasse, em Zurique, na Suíça (8,3 mil euros por ano).

O top 10 é fechado pela Kohlmarkt, em Viena, na Áustria (4,6 mil euros anuais). O local fica no centro histórico da capital austríaca, e seu cenário é dividido entre prédios antigos e lojas mundialmente conhecidas.

FOTO: Thinkstock