Negócios

Produtos brasileiros ganham vitrine para exportação


Projeto tem o objetivo de abrir o mercado internacional para micro e pequenas empresas durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016


  Por Redação DC 17 de Agosto de 2016 às 11:49

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Os produtos de 215 empreendedores participantes do projeto Chama Empreendedora, da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRio) - cujo objetivo é impulsionar as exportações - serão divulgados em um catálogo bilíngue, que será enviado a 32 embaixadas de países. 

Além disso, os itens de alimentação, bebidas, decoração, tecnologia, vestuário, joalheria e farmacêutico e cosméticos, de 16 estados de todas as regiões do Brasil, se revezarão em uma exposição no showroom instalado na ACRio até o dia 16 de setembro, com entrada gratuita.

A iniciativa é uma parceria do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) com a ACRio e o projeto Sebrae no Pódio.

O objetivo é abrir o mercado internacional para micro e pequenas empresas nacionais, principalmente durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

LEIA MAIS: Ano olímpico estimula exportação de pequenas e médias empresas

Produtos como o pão de queijo do Seu Ninico, feito com queijo artesanal mineiro, que fica crocante por fora e macio por dentro; o sorvete sem lactose, sem glúten, sem conservantes e sem gordura vegetal com sabores da Amazônia, como o Taperebá, são alguns exemplos apresentados. 

O conteúdo também já está disponível no site Vitrine do Exportador, que reúne informações de cerca de 20 mil empresas.

Os empreendedores foram selecionados por seus potenciais de exportação, após participarem do circuito de seminários da Chama Empreendedora. 

5 DICAS PARA COMEÇAR A EXPORTAR

*FOTO: Thinkstock