Negócios

Preço de imóveis residenciais sobe 0,04% em agosto


De acordo com Abecip, entidade que representa o setor imobiliário, expectativa é que valores continuem numa lenta convergência rumo à estabilização


  Por Estadão Conteúdo 19 de Setembro de 2018 às 15:02

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O preço nominal médio dos imóveis residenciais em nove capitais brasileiras subiu 0,04% em agosto frente ao mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, a alta atingiu 0,18%, e no últimos 12 meses, houve crescimento de 0,43%.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 19, pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), cuja pesquisa considera os valores de imóveis vendidos por meio de financiamento bancário.

A pesquisa mostrou que, em agosto, sete das nove capitais pesquisadas tiveram alta nos preços: Recife (0,01%), Fortaleza (0,03%), São Paulo (0,07%), Belo Horizonte (0,08%), Curitiba (0,11%), Goiânia (0,19%) e Salvador (0,14%). As duas cidades com queda nos preços foram Rio de Janeiro (-0,04%) e Porto Alegre (-0,01%).

Em relatório, a Abecip avalia que a retomada mais vigorosa dos preços dos imóveis residenciais ainda depende de uma melhora do cenário nacional.

"Notadamente, as incertezas internas ligadas ao cenário eleitoral e à política fiscal, e externas decorrentes de um cenário mundial menos favorável, têm impactado negativamente as decisões de investimentos no País", afirmou a entidade.

"Nesse cenário, a trajetória mais provável para os preços dos imóveis residenciais até o final do ano continua sendo a de uma lenta convergência rumo à estabilização dos valores nominais", completou.

IMAGEM: Thinkstock