Negócios

Período de demissões na indústria está chegando ao fim, avalia CNI


Sondagem feita pela Confederação mostra ainda que os indicadores de expectativas para a demanda, compra de matérias-primas e exportações estão positivos


  Por Estadão Conteúdo 26 de Outubro de 2017 às 15:12

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O fim das demissões na indústria está perto do fim. A avaliação é da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que divulgou nesta quinta-feira (26/10) a Sondagem Industrial de setembro.

O indicador registra que o número de empregados na indústria alcançou 49 pontos em setembro, valor próximo aos 49,1 pontos registrados em agosto.

O índice varia de zero a 100 pontos e, quando está abaixo dos 50 pontos, mostra queda no emprego. Como está próximo da linha divisória, o índice indica que o fim das demissões está se consolidando, diz a CNI.

A pesquisa mostra também que, depois da forte alta de agosto, a produção diminuiu em setembro, registrando 48,1 pontos.

“Embora ainda esteja abaixo da linha divisória dos 50 pontos, o índice é superior aos 45,8 pontos registrados no mesmo mês do ano passado”.

Quanto à capacidade instalada, embora os resultados indiquem que a indústria está em recuperação, a utilização média da capacidade instalada ficou em 66% em setembro, um ponto percentual abaixo do registrado em agosto.

PERSPECTIVAS

A pesquisa mostra ainda que as perspectivas dos empresários do setor industrial para os próximos seis meses são positivas.

Os indicadores de expectativas para a demanda, a compra de matérias-primas e as exportações continuam acima dos 50 pontos, que separam o pessimismo do otimismo.

Isso indica, avalia a CNI, que os “empresários esperam o aumento da demanda, da compra de matérias-primas e da quantidade exportada nos próximos seis meses”.

IMAGEM: Thinkstock