Negócios

"Os empresários poderão respirar aliviados em 2018"


Durante o 13º Encontro de empresários da Zona Leste, promovido pela ACSP, o prefeito João Doria falou sobre a retomada da economia e sugeriu contratações de fim de ano.


  Por Thais Ferreira 09 de Novembro de 2017 às 13:10

  | Repórter tferreira@dcomercio.com.br


Em clima de otimismo, o prefeito João Doria Jr., subiu ao palco do 13º Encontro de empresários da Zona Leste, promovido pelas distritais Centro, Mooca, Tatuapé, São Miguel e Penha da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).    

O evento que aconteceu ontem (8/10), no salão do Clube Atlético Juventus, reuniu mais de 1.200 empresários da região.

O prefeito dispensou o protocolo: desceu do palco e circulou entre as cadeiras do auditório.

"Os 13 anos de PT quase destruíram o Brasil, produziram quase 14 milhões de desempregados e a maior recessão da história", afirmou Doria. “É a primeira vez, nos últimos quatro anos, que vamos terminar um ano com um pequeno crescimento em nossa economia. Saímos da onda vermelha para entrar na onda azul”

Ele ressaltou que está confiante em relação aos últimos meses de 2017 e acredita que o período será positivo para as vendas.

MAIS DE 1.200 EMPRESÁRIOS SE REUNIRAM
NO CLUBE JUVENTUS

O prefeito também usou sua experiência empresarial para aconselhar os comerciantes a investir e fazer contrações para período do Natal.

“Quem ainda não fez [contratações], trate de fazer, porque que seus concorrentes irão fazer e irão atender melhor”, afirmou Doria. “Parte do sucesso é acreditar em sua própria capacidade e investir em ideias.”

Para o ano de 2018, o prefeito (cogitado como um dos possíveis candidatos à eleição presidencial) acredita que, com a inflação controlada, a economia irá crescer cerca de 3%.

 “Os empresários poderão respirar aliviados no próximo ano”, afirmou.

JOÃO BICO DE SOUZA, VICE-PRESIDENTE
DA ACSP, E LUIZ CARLOS CASTAN,
DIRETOR-SUPERINTENDENTE
DA DISTRITAL MOOCA
 

O ENCONTRO

Organizado pela ACSP, o evento foi idealizado pelo empresário Elcio Pereira da Silva, da Doc Cin, empresa de contabilidade.

A primeira edição aconteceu em 1997. Na época, ele realizava uma roda empresarial criativa que tinha como objetivo discutir temas novos relacionados à gestão de negócios.

“A partir desses encontros, tive a ideia de criar um grande evento para empresários na zona leste”, afirma Pereira da Silva. “Esses eventos eram muito comuns apenas na zona sul da cidade.”

No primeiro encontro, a expectativa era reunir cerca de 100 empresários da região, mas mais de 400 compareceram. O sucesso de público se repetiu nos anos seguintes.

João Bico de Souza, vice-presidente da ACSP, acredita que o evento é um passo importante para fortalecer os empresários da região.  “É um momento para mostrarmos a força do associativismo”, afirmou Souza.

Já Giacinto Cosimo Cataldo, vice-presidente e coordenador das sedes distritais da ACSP, ressaltou que é um feito reunir tantos empresários em um evento pago e durante um dia da semana.  

“Os empresários querem gerar novos negócios”, disse Cataldo. “A ACSP tem condição de oferecer um networking diversificado para esses participantes. Ninguém faz sucesso sozinho, por isso o associativo é a grande saída.”

FOTOS: Thais Ferreira/Diário do Comércio