Negócios

OLX Brasil adquire Grupo Zap por R$ 2,9 bilhões


Transação aprovada pelo Cade em outubro último acaba de ser concluída, e a operação terá duas unidades de negócio: de classificados on-line e meios de pagamento e a ZAP+, focada em imóveis


  Por Estadão Conteúdo 03 de Novembro de 2020 às 13:17

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


A OLX Brasil anunciou nesta terça-feira (03/11) a conclusão da aquisição do Grupo Zap, assinada em março, por aproximadamente R$ 2,9 bilhões. A empresa de classificados on-line fundada na Holanda passa a operar no mercado de imóveis com as marcas OLX, Zap e Viva Real, com atuações complementares para atender às diferentes demandas de consumidores finais, anunciantes privados e profissionais do setor.

A transação havia sido aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em outubro. "A OLX Brasil se fortalece, tornando-se uma das mais relevantes empresas de tecnologia 100% digital do mercado brasileiro", diz Andries Oudshoorn, CEO da OLX Brasil, em nota.

"Essa união potencializará a experiência dos nossos consumidores, clientes profissionais e parceiros na plataforma como um todo. Além disso, terá efeitos positivos sobre as demais verticais estratégicas da OLX Brasil."

A operação unificada da OLX Brasil terá duas unidades. A OLX, sob a gestão de Lucas Vargas, continuará operando como plataforma horizontal com as categorias de automóveis, imóveis, bens de consumo, empregos, e serviços, além da OLX Pay, solução de pagamento digital e entrega lançada em julho.

A segunda unidade de negócios, batizada de ZAP+, terá como líder Marcos Leite e será totalmente focada em imóveis, reunindo as marcas Zap, VivaReal, DataZAP, Conecta Imobi, Anapro, Inc Pro, Geoimovel, ZAP Fin e Imobilinks. As unidades OLX e ZAP+ devem trabalhar juntas.

O primeiro passo será a integração das forças de vendas para imóveis, que ficará sob a gestão do ZAP+ e comercializará todos os produtos de imóveis das diferentes marcas do grupo. O grupo passa a contar com 1.600 funcionários, sendo que 400 pessoas serão da equipe de tecnologia.

 

FOTO: Reprodução do site





Publicidade





Publicidade





Publicidade