Negócios

Natura emite R$ 1 bilhão para alongar dívida


Resultado foi afetado por custos com a transformação da The Body Shop e despesas financeiras da aquisição da marca


  Por Estadão Conteúdo 28 de Agosto de 2018 às 08:00

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O conselho de administração da Natura, fabricante de cosméticos, aprovou a realização de uma nona emissão de debêntures (títulos da dívida), não conversíveis em ações da companhia, no valor total de R$ 1 bilhão. Os recursos serão destinados ao refinanciamento de dívidas da companhia.

De acordo com comunicado divulgado na segunda-feira (27/08), serão emitidas 100 mil debêntures, em três séries, sendo que a quantidade a ser emitida em cada uma será definida de acordo com a demanda.

O valor unitário das debêntures será de R$ 10 mil. As debêntures terão prazos que vão variar de dois a quatro anos. A emissão será realizada com data de 21 de setembro.

De abril a junho, a Natura teve lucro líquido de R$ 31,8 milhões, queda de 80,5% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

LEIA MAIS: O Boticário é a empresa mais admirada do varejo

A companhia informou que o resultado foi afetado por custos com a transformação da The Body Shop e despesas financeiras da aquisição da marca.

Excluindo esses efeitos, o lucro operacional ajustado teria sido de R$ 230,5 milhões, contra os R$ 210,6 milhões obtidos no segundo trimestre de 2017.

A Natura teve receita líquida consolidada de R$ 3,1 bilhões no segundo trimestre, crescimento de 53% ante igual período de 2017. No semestre, a receita foi de R$ 5,79 bilhões, expansão de 54,2% em relação ao ano passado.

NO MUNDO

O presidente da Natura, João Paulo Ferreira, afirmou que a companhia está preparando a marca para "ir ao mundo". Ele afirmou que a incorporação das marcas internacionais The Body Shop e Aesop pode "ajudar a levar a Natura para o mundo através da combinação de diversos canais de venda".

Ferreira participa do Latam Retail Show, evento que reúne empresas do setor varejista em São Paulo.

O presidente da Natura afirmou que a companhia está aprendendo a "expressar a marca" em novas geografias. Atualmente, a companhia já possui lojas com a marca Natura na França, nos Estados Unidos, na Argentina e no Chile. Já as marcas The Body Shop e Aesop estão em cerca de 70 países, afirmou.

Ferreira destacou ainda como um dos esforços da companhia a expansão das vendas em farmácias. A companhia atualmente já oferece algumas linhas de produtos em redes de farmácias parceiras. A iniciativa começou com a oferta de itens da linha Sou em drogarias das redes Raia e Drogasil.

"Estamos aprendendo com gente que entende como funciona esse canal (farmácia), quais as marcas que melhor se expressam. É um formato que oferece conveniência e também informação técnica", comentou. "Estamos planejando e vamos avançar muito em breve", concluiu.