Negócios

Natura e Boticário no Top 20 global das vendas diretas


Companhias brasileiras ocupam a 6ª e a 17ª posição no ranking Direct Selling News. Setor tem 4 milhões de empreendedores no Brasil e movimenta R$ 45 bi anuais, segundo a ABEVD


  Por Redação DC 17 de Outubro de 2019 às 13:37

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Pela primeira vez, duas empresas de capital nacional aparecem no ranking das maiores do mundo em vendas diretas, aponta a agência internacional “Direct Selling News 2019”.

A Natura ocupa o 6º lugar do mundo entre as maiores companhias, com um faturamento anual de US$ 3,67 bilhões. A novidade foi a presença de O Boticário, estreante na lista, que apareceu na 17ª colocação, com US$ 1,23 bilhões em faturamento anual.

Outras marcas conhecidas e presentes no mercado nacional figuram também no topo da lista, como a Avon, Herbalife (2ª. e 3ª. colocadas), Jeunesse (13ª colocada, após ascender 5 posições no ranking), além da Tupperware, Forever Living e Hinode, que estão posicionadas nas top 30 do ranking. A multinacional Amway, com sede nos EUA, é a maior empresa de venda direta do mundo.

Produzida desde 2010, a Global 100 list foi criada com o objetivo de reconhecer as conquistas das empresas de venda direta e fornecer uma imagem clara do tamanho do setor, que fatura U$ 190 bilhões no mundo. O ranking é baseado nas informações enviadas voluntariamente pelas empresas.

Segundo a presidente executiva da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), Adriana Colloca, o segmento vive transformações e passa por grande modernização.

Dentre as mudanças, a presidente aponta: a entrada de jovens para a força de vendas, que já representam parcela de 48,3% do total, uso da tecnologia para divulgar e vender os produtos e serviços, além de novas categorias que vem sendo oferecidas pelo canal.

“Atualmente, trabalhar com vendas diretas é uma oportunidade e aspiração para quem quer empreender com baixo investimento inicial, flexibilidade de horário e autonomia, como almeja grande parte dos brasileiros”, explicou a executiva.

Hoje, o setor conta com aproximadamente 4 milhões de empreendedores independentes no Brasil e movimenta cerca de R$ 45 bilhões por ano, de acordo com a entidade.

Confira a lista das 30 maiores empresas de vendas diretas do mundo:
1- Amway: $8.80B
2- Avon Products Inc.: $5.57B
3- Herbalife: $4.90B
4- Infinitus: $4.50B
5- Vorwerk: $4.30B
6- Natura: $3.67B
7- Nu Skin: $2.68B
8- Coway: $2.5B
9- Tupperware: $2.0B
10- Young Living: $1.9B
11- Oriflame Cosmetics: $1.55B
12- Rodan + Fields: $1.5B
13- Jeunesse: $1.46B
14- Ambit Energy: $1.3B
15- DXN Marketing Sdn Bhd: $1.25B
16- Pola: $1.24B
17- O Boticário: $1.23B
18- USANA Health Sciences: $1.19B
19- Belcorp: $1.16B
20- Atomy: $1.15B
21- Telecom Plus: $1.09B
22 - Yanbal International: $994M
23 - Market America: $837M
24 - PM International: $834M
25 – Stream: $800M
26 - Team National: $734.5M
27 - Amore Pacific: $600M
28 - Arbonne International: $544M
29 – Hinode: $528M
30 – Plexus: $527M

FOTO: Divulgação